A Polícia Judiciária deteve, esta quinta-feira, um indivíduo por se encontrar fortemente indiciado pela prática do crime de incêndio.

Através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, no cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo Mistério Público de Anadia, a PJ deteve o homem em causa, com 40 anos de idade.

Segundo as autoridades, o suspeito não tem antecedentes criminais e “atuando num quadro de várias dependências, no passado dia 1 de maio, incendiou os anexos onde vivia e junto aos quais se encontravam animais, vindo um deles a morrer, bem como diverso material agrícola que ficou totalmente destruído. Terá também ateado outros focos de incêndio na zona circundante, mas que se auto extinguiram”.

O incêndio, apesar da proximidade de várias habitações e da grande mancha florestal e agrícola aí existente não teve consequências de maior, devido à sua deteção por um popular que o conseguiu extinguir.

O detido será presente às Autoridades Judiciárias, na comarca de Aveiro para aplicação das adequadas medidas de coação.