A reconversão das margens (esquerda e direita) do Rio da Serra, junto ao Parque Urbano da Cidade que se encontra em construção, numa extensão aproximada de 400 metros lineares já foi iniciada. O investimento, que ronda os 125 mil euros, tem um prazo de execução de 90 dias, avança o Município de Anadia em nota de imprensa.

A intervenção prevê trabalhos de caráter corretivo que consistem num conjunto de alterações efetuadas sobre o troço de curso de água para melhorar as suas condições de escoamento, como seja a sua regularização, retificação, entre outros.

“O estado atual do rio apresenta diversos rombos marginais, uma vez que existe uma elevada erosão, caracterizada pela remoção da base das margens, devido à elevada concentração de ações de escoamento, pois, o rio apresenta uma dinâmica de variação do seu traçado e um permanente processo de erosão/sedimentação”, refere ainda a nota do município, que explica pretender esta reconversão diminuir os fenómenos de erosão verificados, neste troço do Rio da Serra, assim como irá igualmente diminuir as pressões sobre as margens que, consequentemente aumentam o risco de erosão.

Relativamente ao leito do rio não está prevista qualquer intervenção, mantendo-se a situação existente.

“Esta intervenção pretende valorizar a envolvente natural da cidade de Anadia como elemento de interesse e mais-valia ao desenvolvimento do município, criando áreas envolventes, assumidas como zonas de proteção e essenciais à preservação dos ecossistemas que, em harmonia, apresentam valores cénicos dignos de proteção”. conclui a autarquia.