Assinar
Bairrada // Sociedade  

Vagos: Município formaliza apoio extraordinário para a Arte Xávega

Na próxima terça-feira, dia 27 de outubro, o Município de Vagos vai formalizar o protocolo de apoio financeiro extraordinário para o ano de 2020 às companhas que exercem a Arte Xávega nas praias da Vagueira e do Areão. O valor do apoio cifra-se em 5 mil euros e a justificação para o mesmo decorre das dificuldades sentidas pelos pescadores em função da pandemia e das obras de reforço do cordão litoral a sul da Costa Nova. Irá igualmente ser formalizada a adenda ao protocolo de 2019, que permitirá a extensão do apoio para os próximos quatro anos.

Em nota à imprensa, o município explica que, tendo em conta que a Câmara Municipal, na reunião de 4 de outubro de 2018, aprovou as medidas de apoio financeiro para cada uma das Companhas que exercem a “Arte Xávega” nas Praias da Vagueira e Areão, relativamente aos anos de 2019 e 2020 e que, pese embora todo o esforço dos pescadores, o exercício dessa Arte, para além de estar a sofrer os efeitos negativos da pandemia, tem vindo a ser fortemente prejudicado pelas obras de reforço do cordão litoral a sul da Costa Nova até à Vagueira, “é essencial rever a anterior deliberação, por forma a reforçar a dotação financeira atribuída às companhas, para o corrente ano”.

Considerando ainda que, face à atual conjuntura e ao previsível crescimento, lento, da economia, para os próximos anos, é fundamental projetar este apoio para o futuro, por forma a garantir a sustentabilidade da “Arte Xávega”, foi aprovada em reunião de Câmara, na sua sessão do passado dia 15 de outubro, uma contribuição financeira extraordinária para o ano de 2020 para cada uma das Companhas que exercem diariamente a Arte Xávega, nas praias da Vagueira e do Areão, no valor de 5 mil euros.

Foi também deliberada a alteração do protocolo anteriormente celebrado com cada uma das Companhas por forma a contemplar o apoio financeiro de 5 mil euros para cada uma das companhas, para os anos de 2021, 2022, 2023 e 2024.

Neste seguimento é também contemplada a possibilidade de ser concedida uma verba anual adicional de até 2500 euros, mediante a apresentação de candidatura, às companhas que pretendam realizar outros projetos ou eventos relacionados com a Arte Xávega.

De acordo com a autarquia vaguense esta é uma forma de continuar a “reforçar apoios aos setores mais afetados pela pandemia e a contribuir para que esta emblemática prática da Arte Xávega que é peça identitária do concelho de Vagos possa continuar a ter condições para ser exercida em pleno pelos pescadores de cada uma das Companhas que exercem tanto na Vagueira, como no Areão”.