Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Sangalhos: Cortejo de Oferendas marca 80 anos da Misericórdia

 

A Misericórdia da Freguesia de Sangalhos estará, ao longo de todo este ano, em festa, na medida em que comemora 80 anos de vida da instituição.
A programação dos festejos é vasta e irão prolongar-se até ao final do mês de outubro.
Um dos momentos mais altos da vasta programação prende-se com a realização de um Cortejo de Oferendas a favor da instituição. O último a realizar-se na freguesia foi na década de 80, pelo que o provedor da Misericórdia de Sangalhos, Manuel Gamboa e Armando Castro, ex-autarca de Sangalhos acreditam que poderá traduzir-se num sucesso.
Sobre a programação da comemoração dos 80 anos de vida da Misericórdia de Sangalhos, JB conversou, em dia de aniversário (27 de julho), com o provedor Manuel Gamboa, Helena Barros e Armando Castro.

Primeiro cortejo em vinte anos. A JB, Armando Castro – que está desde a primeira hora na organização do evento – diz já estarem em constituição equipas de pessoas voluntárias nos lugares de Sá, Vila, S. João de Azenha, Sangalhos norte, Fogueira, Ribeiro, Saima, Casaínho e Paraimo – que irão ajudar na coordenação do cortejo.
Por isso, faz um balanço muito positivo à recetividade, carinho e envolvimento destas pessoas, que poderão ajudar a tornar o cortejo grandioso, à semelhança dos de outrora.
Embora reconheça que os tempos são de crise e de dificuldades para muitas famílias, acredita que a generosidade e amizade dos sangalhanses se irá sobrepor.
“O objetivo é congregar a maioria dos irmãos, amigos e pessoas da comunidade na angariação de fundos a favor da instituição”. Isto porque, como admitiu Manuel Gamboa, “precisamos urgentemente de fazer avançar as obras de reabilitação do Centro de Bem-Estar Infantil e Parque Infantil anexo; proceder à vedação do Complexo Social da 3.ª Idade e CAT; requalificar as instalações do Centro de Dia, Lar 1 e Lar 2, assim como renovar o já degradado parque automóvel da instituição”.
Para já, é certo que o cortejo, que se realiza no dia 30 de setembro (domingo), a partir das 14h30, terá o trajeto habitual, terminando nas instalações do Complexo Social. “Gostaríamos que cada lugar conseguisse trazer o seu carro, mas sabemos que lugares mais pequenos como Ribeiro/Saima e Casaínho se irão juntar, como é naturalmente compreensível”, avança, dando conta de que a Misericórdia irá aceitar todas as ofertas e dinheiro que as pessoas possam oferecer. “Na véspera, vão passar os carros a recolher os bens nos vários lugares da freguesia, mas uma ou duas semanas antes será feito o peditório pelos lugares para o cortejo, tal como era costume noutros tempos”.
Armando Castro não deixa ainda de destacar a possibilidade de se juntar a este Cortejo a freguesia de Ancas, localidade de onde a Misericórdia tem um bom número de utentes. “Aproveito para deixar o convite a todos aqueles que se queiram juntar a esta iniciativa que o façam e nos ajudem”, concluiu, fazendo saber que no final do leilão, realizado em ambiente de festa na instituição, segue-se um momento de convívio, à volta de boa música e alguns comes e bebes.

Vida longa. Manuel Gamboa faz um balanço muito positivo da vida da instituição que nasceu com a “sopa dos pobres”, hospital, mais tarde com a criação das valências de creche, pré-escola, ATL e apoio à terceira idade e mais recentemente com o CAT (Centro de Acolhimento Temporário de Crianças e Jovens), tornando-se, hoje, uma referência na prestação de cuidados de qualidade na freguesia. Aqui trabalham mais de 100 pessoas e convivem cerca de 340 utentes.
“É uma instituição que cresceu muitíssimo, graças ao trabalho e dedicação de muita gente, de muitos voluntários e amigos, mas também graças à dedicação de muitos profissionais”, admitiu Manuel Gamboa, para quem estes 80 anos representam “um percurso de vida muito extenso, de grande significado”, pelo que convém honrar o passado, mas também estimular o presente e toda a irmandade, que ultrapassou já o meio milhar.
Com um orçamento anual a rondar um milhão e setecentos mil euros, o dia a dia é uma luta constante para manter as finanças em ordem e os pagamentos aos fornecedores em dia. Por isso, o apelo à ajuda da comunidade mais se justifica nestes tempos de dificuldades acrescidas.

Outros eventos. A preparação para o aniversário começou em janeiro: “Gostaríamos de fazer coisas grandes, com mais impacto e visibilidade, mas não podemos porque as dificuldades são muitas e a comunidade, tal como nós, vive-as diariamente”, reconhece, defendendo que “as comemorações serão simples mas dignas”.
Assim, na última sexta-feira, dia 27, teve lugar uma reunião extraordinária da irmandade, que juntou ainda alguns amigos da Misericórdia. “Para marcar este dia de forma diferente, rodeamo-nos de alguns amigos mais próximos e íntimos da instituição”. A sessão solene de aniversário terminou à volta de uma confraternização “muito caseira”, só para assinalar o dia.
Em setembro e outubro realizam-se os eventos com mais impacto na comunidade. No domingo, dia 16 de setembro, pelas 10h, haverá celebração eucarística dominical, normal, para toda a comunidade, presidida pelo Bispo de Aveiro, D. António Francisco dos Santos, na Igreja Matriz de Sangalhos. Uma missa de ação de graças e de sufrágio por irmãos e utentes já falecidos. A cerimónia contará ainda com a participação especial do Grupo Coral Oásis.
No sábado, dia 29 de setembro, pelas 15h, será inaugurada uma exposição de pintura na Biblioteca Municipal de Anadia. A mostra irá reunir trabalhos elaborados por crianças e idosos, utentes da instituição e servirá para mostrar à comunidade e aos amigos o trabalho desenvolvido na Misericórdia, sendo certo que, se algum visitante estiver interessado em adquirir alguma das obras o poderá fazer, estando assim a ajudar a angariar fundos para a Misericórdia.
Embora já não se realize há uma série de anos, o Cortejo de Oferendas terá lugar no domingo, dia 30 de setembro, a partir das 14h30.

Jantar solidário.∑ No mês de novembro poderá ainda ter lugar um jantar concerto de angariação de fundos a favor das obras de que a instituição tanto carece. Embora seja ainda um projeto embrionário, será realizado se, até lá, a Mesa Administrativa da Misericórdia tiver a indicação de que a população irá aderir em força ao evento. O jantar será realizado na freguesia, em espaço adequado e capaz de receber um elevado número de convidados. Para já sabemos que estão a ser realizados contactos por forma a que um artista de renome possa abrilhantar o evento”.

Catarina Cerca
catarina@jb.pt

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...