João Tiago Castelo Branco, líder da Concelhia de Anadia do CDS/PP, é o candidato dos centristas à Câmara Municipal de Anadia nas autárquicas de outubro.
O jovem advogado sucede, assim, à sua mãe, Maria do Céu Castelo-Branco que, em 2009, foi a candidata escolhida pela Concelhia centrista para concorrer à presidência da Câmara Municipal de Anadia.
O plenário de militantes decorreu na última sexta-feira, dia 1 de fevereiro, na Quinta da Graciosa, em Arcos, tendo sido aprovados os candidatos cabeças de lista aos órgãos municipais, propostos por unanimidade pela Comissão Política. O plenário escolheu ainda o engenheiro Sidónio Carvalho da Cruz Ferreira Simões como candidato à liderança da Assembleia Municipal de Anadia.
Os dois candidatos são atualmente deputados na bancada centrista na Assembleia Municipal de Anadia.
A JB, João Tiago diz pretender implementar uma “política de rigor e transparência nas contas públicas, pela implementação da contabilidade de custos e do plano de prevenção da corrupção”, assim como avançar com a devolução 2,5% do IRS aos munícipes, diminuir a Derrama e manter o IMI nas taxas mínimas.
Já em matéria de proteção social e saúde os centristas de Anadia pretendem avançar com a criação de um Programa Municipal de Emergência Social, implementar apoios específicos à pobreza e exclusão social, à natalidade, às famílias numerosas e população sénior. Por outro lado, defendem a construção de habitações sociais e lotes a custos controlados, bem como o reforço e articulação da ação médica no concelho, sem esquecer o apoio medicamentoso em situações de carência económica.
Quanto à agricultura, economia e emprego, as propostas defendidas por João Tiago passam por: valorizar a indústria e o comércio, captando investimento para o concelho; reforçar a competitividade das empresas, tanto no país como no exterior, estimulando a produção do que é anadiense; assegurar o desenvolvimento da agricultura, pecuária e floresta; assim como fomentar a fixação de empresas, criando incubadoras de empresas que sirvam de alavanca à criação de novos empresários e novas empresas, fomentando o emprego.
Ao nível da rede viária entende ser necessário reabilitar e beneficiar vias de comunicação e lutar pela criação de um nó de acesso à A1 (auto estrada).
No plano do urbanismo, ambiente e energia, as propostas assentam na aplicação da revisão do PDM, protegendo as legítimas expectativas do munícipes; apoio às obras de reabilitação dos edifícios antigos; criação de espaços verdes de utilização coletiva (no Montouro, Choupal e Monte Crasto).
A candidatura de João Tiago aposta ainda no apoio adaptado aos diferentes níveis de ensino, nomeadamente em refeições, transporte, material escolar e bolsas de estudo; apoio aos jovens no arrendamento ou que pretendam adquirir ou construir uma habitação, no concelho e criação do Conselho Municipal da Juventude.
A JB, o candidato do CDS/PP acrescenta querer que a herança patrimonial e cultural sejam preservadas, implementando medidas com o devido enquadramento regional, nacional e internacional, de promoção turística direcionada aos segmentos sénior, de negócios, gastronómico, do desporto e saúde, valorizando as capacidades da capital da Bairrada. Nesta área aposta também na criação do Parque de Campismo Municipal.

Catarina Cerca