Foi o caos em toda a região. O mau tempo que se abateu, no último sábado, no país causou avultados prejuízos também na região da Bairrada.
Em Anadia, os ventos fortes derrubaram uma árvore de grande porte, que caiu em cima de uma residência. Também devido à queda de árvores, a estrada de São João da Azenha (Sangalhos) esteve algumas horas fechada ao trânsito. Segundo Eduardo Matos, comandante dos Bombeiros Voluntários de Anadia, “um eucalipto de grande porte ficou sobreposto num pinheiro em posição aérea. Devido à falta de meios para os cortar, a estrada teve de ser encerrada”.
Um total de 50 ocorrências foram registadas entre as 13 e as 22h, período em que 20 bombeiros e seis viaturas se mantiveram no terreno.
Apesar das fortes chuvas, não se registaram inundações.

Fortes rajadas. Pedro Miguel Oliveira vive em Sá – Sangalhos e diz nunca ter assistido a nada assim. Em Janeiro instalou, nos anexos da sua residência, painéis solares que agora voaram literalmente para uma vinha ao lado de casa. A JB diz que pouco passava das 15h quando as fortes rajadas de vento arrancaram toda a estrutura que cobria os anexos, atirando-a para a vinha. Nada se aproveita.

37 pedidos. Em Oliveira do Bairro, António Gomes, comandante dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro, conta que, em poucas horas, recebeu 37 pedidos de auxílio, nomeadamente para cortes de árvores, queda parcial de telhados, e inundações.
Diz que no terreno, estiveram a trabalhar, entre as 14 e as 21h, 35 bombeiros, apoiados por oito viaturas e pelos funcionários e máquinas da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro.

Rita de Freitas Gomes
ana.rita@jb.pt