A futura via rápida que pretende ligar Águeda a Aveiro, e que chegou a ser anunciada, não vai sair do papel. “Neste momento, está absolutamente parada”, garantiu, na penúltima quinta-feira, durante a reunião da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais, presidente da autarquia. “Não tenho desenvolvimentos. Estou a ver se encontro uma oportunidade com o governo para a colocar este assunto”, acrescentou Gil Nadais, sublinhando que “a paragem do investimento se deve um bocado à conjuntura económica que o país vive.

O vereador do PSD, José Clemente, acrescentou ainda que o Plano Rodoviário Nacional inclui aquela ligação na concessão das Auto-Estradas do Centro e que foi feita uma prorrogação do prazo do estudo do impacte ambiental.

Recorde-se que, em Abril de 2008, o então ministro das Obras Públicas, Mário Lino, apresentou em Águeda, a nova ligação por auto-estrada a Aveiro, infra-estrutura integrada na concessão de auto-estradas do Centro. Contundo, esta velha reivindicação dos empresários de Águeda estará longe de ser concretizada.