É ponto assente que a Junta de Freguesia de Sangalhos vai ser, em princípio no decorrer do primeiro trimestre deste ano, Posto dos Correios, após o já anunciado encerramento da Estação dos CTT de Sangalhos.
O autarca António Floro confirmou, na última semana, que após vários contactos e ao fim de quatro reuniões, o acordo entre a Junta de Freguesia e os representantes dos Correios de Portugal foi possível, estando ainda por assinar o protocolo de transferência deste serviço para a Junta de Freguesia.
Embora prefira não revelar números, diz que o acordo alcançado fica aquém do desejado pela autarquia sangalhense: “Não são os valores que a Junta pretendia, mas preferimos ficar com o serviço a funcionar na Junta de Freguesia do que sermos acusados de ter deixado sair de cá este importante serviço”, revelou, dando conta de que os Correios podem estar a funcionar na Junta de Freguesia dentro de dois ou três meses, depois de realizadas algumas obras e de ser dada formação aos funcionários da Junta de Freguesia, responsáveis pela realização deste serviço.
Recorde-se que neste Posto dos CTT, a funcionar na Junta, todos os serviços vão ser assegurados, incluindo o pagamento de vales de pensões de reforma, correio registado, cobrança de faturas de serviços públicos e a disponibilização de todos os tipos de correspondência e encomendas. De fora ficam apenas as aplicações financeiras, tais como certificados de aforro, que só poderão ser feitas nas Estações dos CTT, em Anadia ou Oliveira do Bairro, por exemplo.

CC