Após escassos dias do final de mais um ano letivo, a azáfama à volta dos preparativos para um novo ano letivo é já grande no Colégio Salesiano de S. João Bosco, em Mogofores.
No Colégio, o ensino é público e inteiramente gratuito para todos os alunos, de ambos os sexos, do 5.º ao 9.º ano.
Embora seja uma escola de orientação católica, está aberta a todas as confissões religiosas. Isso mesmo é destacado pelo diretor Padre José Fernandes, para quem esse facto é uma mais valia: “acaba por ser aliciante e um desafio”.

Melhorias. Com 75 anos de vida, este estabelecimento de ensino trabalha afincadamente para proporcionar aos alunos, distribuídos por nove turmas, melhores condições de aprendizagem. Por isso, o Padre José Fernandes acredita que, no próximo ano letivo, poderá oferecer aos cerca de 190 alunos um novo campo de jogos relvado, assim como dotar várias salas de aulas com quadros interativos e melhorias ao nível do sistema informático.

Inscrições abertas. O Padre José Fernandes sublinha que já estão abertas as inscrições para o novo ano letivo e que este ano vão abrir duas turmas do 5.º ano, dada a grande procura (no ano transato apenas abriu uma turma do 5.º ano).
“Não percebemos porque ainda há pais a perguntar se aqui o ensino é pago”, interroga-se, ciente de que alguma “contra-informação” que circula, acaba por ser prejudicial à instituição. “Aqui não se paga nada. O ensino é inteiramente gratuito, tal como nas escolas estatais”, destaca.
No final de mais este ano letivo, faz um balanço extremamente positivo do mesmo, que teve por lema educativo: “Sou protagonista… na aprendizagem, no amor, na fé!”.
“O quadro de excelência que, para nós, é a manifestação da excelência educativa, estava enorme no final do 2.º período. Ele reflete a excelência, a qualidade humana dos miúdos, reconhecida por todos (professores, alunos, funcionários)”, acrescenta, dando conta que este “é um indicador do bom trabalho que realizamos com os alunos.”
Vocacionado para a educação e evangelização dos jovens, o Colégio de Mogofores é uma referência no ensino de qualidade na região. Daí a procura: “os pais procuram cada vez mais uma escola com ambiente familiar, onde todos se conhecem, segura, com um projeto educativo e que privilegie os valores e as relações humanas”, refere, reconhecendo que “aqui, em Mogofores, encontram tudo isso.”
“Este é um espaço onde os pais colocam os filhos e filhas, mas com uma oferta de educação integral da pessoa, onde se procura o crescimento e o amadurecimento de cada estudante em todas as suas dimensões de acordo com uma visão humana e cristã da vida”, refere.
Os alunos que aqui estudam são provenientes de vários concelhos da região.

Catarina Cerca
catarina@jb.pt