O cartão “Anadia Jovem” será apresentado no próximo dia 4 de abril, em evento público que terá como palco a Praça da Juventude, no centro de Anadia que, de resto, serve, em termos gráficos, de suporte ao cartão.
“A Praça da Juventude estilizada que serve de fundo ao cartão pretende isso mesmo, identificar os jovens, com Anadia e com a praça”, avança o vereador Lino Pintado, responsável pelo pelouro da Juventude na Câmara Municipal de Anadia.
O autarca aguarda com bastante expectativa a adesão dos jovens do concelho a este cartão: “já temos recebido vários telefonemas, incluindo de comerciantes interessados em aderir”, revela, dando conta que a autarquia começa a aceitar as primeiras inscrições já a partir do dia 4.
Por outro lado, a autarquia tem estado a contactar instituições de ensino, associações e clubes no sentido de dar a conhecer e divulgar a existência deste inédito cartão cujo regulamento já fora aprovado em reunião de câmara e de assembleia municipal.

O cartão. Este cartão, completamente gratuito (até final de 2014) “é a mais recente iniciativa da Câmara Municipal em matéria de política de juventude”, defende Lino Pintado. (O cartão só terá o custo de um euro a partir de 1 de janeiro de 2015).
O cartão, que será emitido pela Câmara Municipal, destina-se a jovens residentes no concelho, ente os 12 e os 30 anos, e concede benefícios que se traduzirão em isenções e descontos na aquisição de bens e serviços.
“Ao mesmo tempo, o cartão será um meio destinado divulgar informação capaz de aglutinar os jovens e as suas famílias em torno do seu concelho e dos agentes que contribuem para a sua dinamização, nomeadamente o comércio e entidades culturais, desportivas e sociais, entre outros”, defende ainda o vereador da Juventude.
Lino Pintado realça também que para a Câmara Municipal, este cartão será mais um meio de responde às necessidades sentidas pela camada mais jovem da população, facilitando a sua fixação e vivência no município. “É um sinal que passamos aos jovens, de que a Câmara está com eles, se preocupa e que no concelho eles podem usufruir de benefícios vários”.
Uma medida que, acredita, poderá contribuir para fixar, captar e criar condições para uma juventude dinâmica e com capacidade de intervenção e participação na comunidade, sendo necessário ter em atenção que este cartão “garante vantagens económicas” ao seu portador.
O vereador revela ainda que o cartão caduca no momento em que o seu titular fizer 31 anos e que é válido em todo o município, não deixando de destacar que o mesmo “é utilizável em todas as empresas ou entidades que adiram ao Cartão e que ostentem na sua montra o autocolante do Cartão Anadia Jovem, a editar e a fornecer pela Câmara Municipal”.

Como aderir. Para aderir é necessário o preenchimento de um formulário de inscrição, que deverá ser entregue acompanhado de uma fotografia tipo passe, fotocópia do Cartão de Cidadão e comprovativo de morada. “Os jovens aderentes recebem um exemplar do regulamento ficando o guia de utilização do Cartão disponível na página da Internet da Câmara Municipal”, explica Lino Pintado, frisando como benefícios mais aliciantes, descontos nas empresas ou entidades do município que adiram a este Cartão. JB sabe que a Rota da Bairrada (Associação sem fins lucrativos, criada com o objetivo de unir os vários intervenientes do setor do turismo, existentes no território Bairrada) já deliberou ser o parceiro n.º1.

Benefícios e descontos. A autarquia possibilita aos titulares do cartão isenção e descontos nos bens, serviços, infraestruturas e equipamentos, como: Museu do Vinho, Cineteatro Anadia (20% nas sessões de cinema e 10% nos espetáculos assinalados); Biblioteca Municipal; Piscinas Municipais (20%), nas Termas de Vale da Mó (20%); no Centro de Alto Rendimento de Anadia – Velódromo Nacional (10%) e nos Pavilhões Desportivos Municipais (10%) e noutros eventos organizados pela autarquia.
O Cartão Anadia Jovem concederá também descontos nos serviços prestados pela Câmara Municipal: 30% na faturação do consumo mensal de água (desde que o contrato esteja em nome próprio e o beneficiário da redução de água tem que obrigatoriamente fazer prova de que é proprietário ou arrendatário de casa, junto da Câmara, através de documentos legalmente exigíveis).
Nesta fase estão a ser contactados os comerciantes, para dar corpo ao “Guia de Aderentes” a ser elaborado a partir também do dia 4, sendo certo que será um Guia que vai constar e ser constante atualização no site da Câmara Municipal.

Catarina Cerca
catarina@jb.pt