As piscinas do Mondego, em Coimbra, foram, pela terceira vez, o palco escolhido pela Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB) para mais uma mostra de espumantes Bairrada na cidade.
Na tarde do último domingo, pela 3.ª edição do Refresh 2014 passaram cerca de mil visitantes, um número muito superior ao esperado, o que numa próxima edição poderá levar a CVB a repensar o local para a realização do evento.
Embora o espaço fosse muito acolhedor, com as piscinas e sofás onde, de forma descontraída, as pessoas se sentaram a conversar e a provar alguns dos néctares bairradinos, a verdade é que esteve completamente lotado. Apesar do ambiente informal, não era fácil circular nos corredores onde se localizavam os 15 stands de produtores de espumante Bairrada.
Pedro Soares, presidente da CVB, considerou importante e pertinente a realização deste tipo de mostras de espumantes de elevada qualidade, que “afirmam cada vez mais a região como produtora de espumantes de excelência”, para além de ser uma iniciativa única no país, vocacionada exclusivamente para espumantes certificados.
“Coimbra, por ser uma cidade fronteira, geograficamente inserida na região da Bairrada, que integra a Rota da Bairrada, acaba por ser uma cidade ligada ao vinho mas que não tem vinho”, avançou, realçando a afluência que ultrapassou a das duas últimas edições. “Queremos tornar este um evento consistente”, para que “a marca comum Bairrada seja cada vez mais reforçada”.
Por seu turno, Jorge Sampaio, presidente da Rota da Bairrada (parceira do evento) e vice-presidente da autarquia anadiense, defendeu que este tipo de iniciativas deve continuar e que os resultados das duas últimas edições confirmam que “este é um mercado interessante e onde se deve apostar”.
Mas voltando ao Refresh, nos stands dos produtores muitos foram os consumidores, os curiosos, mas também pessoas ligadas a garrafeiras e restaurantes que quiseram provar alguns dos melhores espumantes da Bairrada. Ao seu dispor tinham uma variedade grande, para todos os gostos e que deram provas da boa imagem que a região pode e quer ter.
Alexandrino Amorim, das Caves São Domingos, confirma o sucesso do evento e que é de toda a importância, porque “as pessoa de Coimbra não sabem que estão tão perto de uma região demarcada, produtora de espumantes de elevada qualidade.” Também Cristina Costa, enóloga residente da Quinta do Encontro, se mostrou muito agradada com a recetividade dos visitantes à mostra. “Está a correr muito bem. Muitas pessoas conhecem a marca mas a maioria quer provar o Econtro Special Cuvée, que é o nosso topo de gama e ficam muito agradadas com o espumante. As críticas são muito positivas”.
Célia Alves, das Caves São João, não tinha mãos a medir. No stand, a festa fazia-se à volta de vários espumantes com destaque para a garrafa magnum São João Primeira Reserva 2010, uma edição especial que saiu para o mercado no natal de 2013.
Acreditamos que quem passou pelo Refresh não terá dado o seu tempo por mal empregue.

Catarina Cerca