No passado dia 4 de outubro, realizou-se mais uma cerimónia de visita oficial do Governador do Distrito 1970 de Rotary International aos três clubes rotários da Bairrada: Rotary Club da Curia-Bairrada, Rotary Club de Oliveira do Bairro e Rotary Club de Águeda.
Este ano, o Governador é o companheiro Fernando Laranjeira, do Rotary Club de S. João da Madeira. A cerimónia, organizada pelo Rotary Club Curia-Bairrada começou às 10h, com uma visita guiada ao Centro de Acolhimento Temporário (CAT) da Santa Casa da Misericórdia de Sangalhos.
A visita foi conduzida por Ana Salvador, diretora do CAT, que explicou o trabalho aí desenvolvido em prol de crianças de tenra idade (a mais nova com apenas 18 meses). No final, recordou a oferta de uma viatura automóvel, há alguns anos, pelos clubes de Curia-Bairrada e Oliveira do Bairro em parceria com a Fundação Rotária Portuguesa.
A comitiva dirigiu-se, de seguida, para a Quinta do Encontro, em S. Lourenço do Bairro, onde se juntaram rotários de outros clubes e onde se realizou a segunda visita programada, desta vez às instalações da quinta e à sua moderna tecnologia de vinificação.

Criado Interact Club de Oliveira do Bairro. Após as reuniões de trabalho do Governador com os três clubes, deu-se início à cerimónia festiva, durante a qual foi oficializado o Interact Club de Oliveira do Bairro, constituído por jovens dos 12 aos 18 anos.
Esta oficialização foi preparada em tempo recorde tendo, para isso, sido imprescindível o empenhamento exemplar da jovem Representante Distrital para o Interact, Inês Portela.
O presidente do recém-criado Interact Club, António José Diogo, de 16 anos, prometeu trabalhar em prol da comunidade.
Ao concluir a cerimónia, falando em nome dos três clubes, a Presidente do Rotary Club da Curia-Bairrada, companheira Filomena Morais, agradeceu a visita do companheiro Governador.
Replicando, este realçou o papel de Rotary na construção de um mundo melhor, ao nível global e local, para o que são precisas pessoas, e lembrou que “mais do que quem tem sucesso, interessa quem tem valor”.

António Sucena Rodrigues