“Que o bem que se faz, seja cada vez mais e melhor”, foi a mensagem, deixada pelo bispo de Aveiro, que marcou presença no arranque das comemorações do 55.º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Vagos.
D. António Moiteiro, que pela primeira vez desde que tomou posse, celebrou missa na igreja matriz de Vagos, reconheceu que fazer o bem ao próximo será, na perspetiva cristã, fazê-lo sempre “na dimensão das obras da misericórdia”.
“É aqui que está a marca de Deus”, referiu, destacando o trabalho, que disse ser “inspirado no Evangelho”, que vem sendo desenvolvido pela misericórdia local. “Uma mais-valia para o município de Vagos, e para as pessoas que nele vivem”, confirmou o bispo de Aveiro, fazendo votos para que aquela instituição continue a fazer “cada vez mais e melhor”.

Eduardo Jaques/Colaborador

Reportagem completa na edição de 23/12/2014 do JB