O projeto Missão País vai chegar a Oliveira do Bairro pela primeira vez, entre 8 e 15 de fevereiro, num projeto que se espera que dure três anos.
Durante esta semana, cerca de 60 jovens, estudantes do Instituto Superior Técnico em Lisboa, vestidos com t-shits vermelhas, vão colocar-se ao serviço e à disposição da comunidade. Acompanhados pelo padre Hélder Ruivo e com o apoio da Paróquia de Oliveira do Bairro, pretendem chegar a toda a comunidade, mas em particular aos lares e às escolas, partilhando o seu testemunho pelo serviço e oração.
Durante a semana, serão realizadas atividades que estarão abertas a todos aqueles que queiram participar. Desde missas diárias às 17h45 na Igreja da Paróquia, a uma Vigília de Oração no sábado, dia 14, à noite.
Inspirados no lema “Não te ardia o coração?”, inspirado na leitura dos Discípulos de Emaús, os missionários irão preparar um Teatro para toda a comunidade.
No dia 14, será também realizado um Arraial na Escola Secundária, que contará com um torneio de futebol, pinturas e muita animação. Todas as atividades são gratuitas, o que se pretende é que o máximo número de pessoas as viva.
A Missão País 2015 promete incendiar muitos corações pelo país inteiro, levando Deus a quem mais precisa e a alegria da juventude a quem dela, há muito, se esqueceu.

O projeto. A Missão País é uma organização católica que organiza e desenvolve as Missões Universitárias em várias faculdades de Portugal, de Braga a Lisboa passando pelo Porto, Coimbra e Aveiro.
Nasceu do desejo de três jovens da Universidade Nova de Lisboa, do Movimento de Schoenstatt, de levar Jesus a todo o país através do sua alegria de jovens universitários que vivem no amor de Deus.
As Missões são semanas de apostolado e de ação social intensivas que decorrem entre o 1º e o 2º semestre, para os Universitários se virarem para aqueles que mais precisam, tendo uma vivência de oração, evangelização, voluntariado e meditação.
Todos os anos, centenas de jovens partem em Missão para testemunhar a fé em Jesus e mostrar como ela se vive através da caridade e do serviço. É, sobretudo, uma forte experiência de vida de comunidade cristã, que é considerada uma mais-valia por quem participa. É um dos maiores projetos nacionais a nível universitário, contando este ano com cerca de 1800 missionários.