A Bairrada está, uma vez mais, de parabéns. Mário Sérgio Nuno, da Quinta das Bágeiras (Fogueira-Sangalhos) e Luís Patrão, do projeto Vadio foram eleitos, Produtor do Ano de 2014 e Produtor Revelação do Ano 2014, respetivamente, nos Prémios da Revista Wine – A Essência do Vinho.
A entrega de prémios teve lugar na última sexta-feira, na cidade do Porto. Para além destes dois prémios, os vinhos da Bairrada também estiveram em alta. O “Grande Vadio 2011” e “Quinta do Ribeirinho Baga Pé Franco 2010” ficaram no Top 10 da Wine, ao serem dois dos vinhos mais bem pontuados no ano transato, ambos com 18,5 valores.
Assim, entre os ‘Melhores do Ano 2014’ foram eleitos a Quinta das Bágeiras, como ‘Produtor do Ano’, afirmando o relevo que Mário Sérgio Nuno já tem no setor vitivinícola, e o Vadio, na categoria de ‘Produtor Revelação do Ano’, distinção que vem trazer às “luzes da ribalta” o trabalho que o enólogo Luís Patrão desenvolve na Bairrada com o seu projeto vínico pessoal.

Excelência e mérito dos premiados. Para Mário Sérgio Nuno, o ano de 2014 encerrou com chave de ouro. Aliás, no ano em que a Quinta das Bágeiras assinalou 25 anos de existência, a quantidade de vinhos premiados e distinções alcançadas, entre ela a comenda da Ordem do Mérito Empresarial – Classe do Mérito Agrícola para o produtor Mário Sérgio, deixam-no orgulhoso. Por outro lado, ter as duas revistas nacionais de referência no mundo dos vinhos (Revista de Vinhos e Wine) a distinguirem-no, no espaço de dois anos, como Produtor do Ano, não o poderia deixar mais satisfeito. Prémios que, como diz, acarretam “mais responsabilidade”, ainda que admita não ser fácil repetir um ano como o de 2014. “Os prémios, penso que se devem ao facto de eu preservar um estilo, à minha teimosia, ao facto de não andar atrás de modas. Fazemos o nosso próprio caminho e os prémios confirmam e consolidam o nosso projeto”, acrescenta.
Já Luís Patrão, enólogo da Herdade dos Esporão, é o rosto do projeto Vadio, situado na aldeia da Poutena, freguesia de Vilarinho do Bairro. Confessa que não estava à espera da nomeação e que esta o deixou “obviamente ainda mais feliz” Por isso, agradece à equipa da Revista WINE e Essência do Vinho “a distinção que nos traz uma grande responsabilidade e estímulo para continuarmos a trabalhar”, assim como espera que este prémio incentive outros jovens produtores da Bairrada, “a acreditar na região e a ter orgulho no nosso património vitivinícola”.
Nos vinhos, foram ainda dois os néctares com Denominação de Origem Bairrada que entraram no ranking ‘Top Wine 2014’. Os néctares ‘Luís Pato Vinha Barrosa tinto 2011 (Luís Pato) e ‘Poeirinho Baga tinto 2012’ (Niepoort), ambos com 18 valores, revelaram-se escolhas altamente recomendadas pelo painel de provadores da revista.
Catarina Cerca