Os municípios de Anadia e da Mealhada foram os únicos da Bairrada com stand próprio na BTL 2015 (Feira Internacional de Turismo de Lisboa). Anadia promoveu a imagem de “Anadia Capital do Espumante”, com enfoque para a vitivinicultura, gastronomia, termalismo e desporto. A Mealhada deu especial destaque às 4 maravilhas (pão, água, vinho e leitão).
O certame decorreu de 25 de fevereiro a 1 de março, na FIL, no Parque das Nações, em Lisboa.
Com stands próprios, as duas autarquias bairradinas promoveram e divulgaram o que de melhor podem oferecer aos visitantes e turistas. Enquanto que a Mealhada se centrou nas suas quatro maravilhas, o município de Anadia promoveu a imagem de “Anadia Capital do Espumante”, onde a vitivinicultura, a gastronomia e o termalismo ganham destaque entre as riquezas do concelho. As Termas de Vale da Mó e as Termas da Curia estiveram em evidência, juntamente com a Feira da Vinha e do Vinho, que irá decorrer em Anadia, de 20 a 29 de junho. O stand foi ainda um ponto de encontro e de divulgação dos produtos e serviços dos hoteleiros e produtores de vinho de Anadia, que manifestaram o seu interesse em colaborar na afirmação do concelho no panorama turístico nacional e internacional.
Na quinta-feira, dia 26, JB acompanhou uma comitiva que integrou vereadores, deputados municipais e presidentes de Juntas de Freguesia, que se deslocaram, a convite da Câmara Municipal de Anadia, ao certame. Na ocasião, a edil Teresa Cardoso mostrou-se muito satisfeita com o evento. “Anadia só tem a ganhar em estar presente coletiva e individualmente nesta mostra”, sublinhando, por isso, haver “espaço para ambas as situações”. Admitindo que, se por um lado é fundamental estar em conjunto com a CIRA, “unidos e a trabalhar num projeto de turismo comum para a região de Aveiro”, defendeu ser igualmente importante estar presente de uma forma individualizada para “promover as nossas termas da Curia e Vale da Mó, a nossa oferta hoteleira e os nossos vinhos, especialmente o espumante reforçando cada vez mais a mensagem de Anadia Capital do Espumante”. “No stand do TCP, os municípios mais pequenos perdem visibilidade” e como na sua opinião “quem não é visto, não é lembrado”, vê o stand de Anadia como “uma aposta ganha”, fruto de um investimento “de um município que está determinado em fazer uma aposta firme no turismo”. Portanto, “tudo o que fizermos para nos mostrarmos e der visibilidade à nossa região é benéfico”, concluiu.

Município de Vagos apresenta projeto inovador para recuperar casas gandarezas

No dia 26, ao JB, o autarca Silvério Regalado, falou dos projetos que o seu município apresentou no stand do TCP.
“O balanço para já é extremamente positivo. Nós apresentamos aqui dois projetos diferentes. Um que ainda não saiu do papel, que é uma intenção do município – um projeto que saiu da Universidade de Aveiro e que está a ser estudado com a CCDR Centro para ser implementado no terreno e que faz a ligação entre o nosso turismo de sol e mar com a nossa identidade gandareza, mais rural. Ou seja, a ligação entre a ruralidade e o mar no sentido de aproveitamento turístico, que terá como primeira ação obter financiamento para a recuperação e criação de uma rede de casas gandarezas, para que se possa fazer o aproveitamento desta riqueza histórica, cultural e arquitetónica que temos na casa gandareza, fazendo a sua ligação ao turismo de sol, mar e ria. Por outro lado, trouxemos aqui um projeto já consolidado, que é o Museu do Brincar. Um projeto que em três anos recebeu mais de 55 mil visitantes. Um projeto que tem muito a dar à região porque é único no país e é o encarar de uma forma diferente o que é um museu. Trata-se do Museu do Brincar e não do brinquedo, o que faz toda a diferença. As crianças e adultos e seniores são convidados a brincar e a interagir com todas as peças que existem no museu. E depois trouxemos a representação das nossas confrarias: a Confraria das Favas, a Confraria da Abóbora e a Confraria das Saínhas, que vieram dar uma cor e alegria a este grande evento, mas também a representação do Mundial All Styles, que é um evento marcante na área do turismo desportivo e que completa as apostas do município nas suas diversas vertentes turísticas: cultural; religioso; desportivo; sol, mar e ria; de natureza.”