Com o objetivo de colmatar as seis saídas no mercado de inverno, Marco e Rui Simões (Oliveira do Bairro), Marlon (Atlético de Reguengos), Jeferson (Beira-Mar), Carlos Castro e Fábio Santos (Águeda), o Anadia Futebol Clube, que já havia adquirido Tissone (ex-Málaga B) em dezembro, apresentou, na passada segunda-feira, em conferência de imprensa, na Estalagem de Sangalhos, três novos jogadores. Joeano (ex-Rio Ave), Serrão (ex-Académica B), que por motivos profissionais não estev presente, e Jo (ex-Khan Dong – Coreia), com o objetivo de ajudarem o clube a conseguir o mais rapidamente possível a manutenção no Campeonato Nacional de Seniores.
O maior destaque vai para Joeano, com grande experiência no futebol português. O avançado brasileiro, de 35 anos, deixou o Rio Ave no final da época 2013-2014, tendo representado, entre outros clubes, Arouca, Académica e Vitória de Setúbal, onde deixou sempre a sua marca com vários golos.
Sem jogar desde final de maio de 2014, Joeano mostrou-se feliz e honrado pelo convite e quer dar o melhor de si, sem nada prometer. O que foi pedido? “Nada, também não prometo nada, apenas que serei profissional até ao fim do contrato”, avançou o jogador, como também não fez previsões de qual seria a média de golos, reforçando a tese do profissionalismo.
Diz que está em condições para jogar, pois sempre manteve a forma física. Questionado se conhece a equipa, Joeano afirmou que não conhece, mas mostrou-se elucidado com o clube: “O Anadia é um clube de referência, foi aqui que Paulo Adriano fez grande carreira e deu o salto para grandes clubes. O clube tem condições acima da média.Certos clubes da Primeira Liga não têm estas condições e qualidade de trabalho para os jogadores.”

Futuro. Vasco Oliveira, presidente da Comissão Administrativa do Anadia FC, explicou, aos jornalistas, o motivo da apresentação dos jogadores ter sido feita na Estalagem de Sangalhos: “É um dos nossos principais patrocinadores, tem-nos ajudado muito, e só tenho de agradecer ao seu gerente, Lucas Louzada, todo o apoio demonstrado até ao momento.”
“Estamos aqui para apresentar três jogadores que vão reforçar o Anadia nos próximos três meses, com o claro objetivo de nos ajudarem a alcançar a manutenção no CNS o mais rápido possível. São três jogadores que vêm preencher algumas lacunas, principalmente depois da saída de seis jogadores. Do Joeano, pelo seu passado como ponta de lança, espero que marque golos. Serrão, é defesa/médio ala esquerdo, um posição que necessitávamos, e Jo é uma aposta de futuro.”
O jogador coreano, tal como tinha acontecido com Tissone, vem num pré-acordo de um projeto de parceria com uma empresa que, Vasco Oliveira, para já, não quis revelar o nome, apenas referindo que é portuguesa e tem um administrador estrangeiro. “Apenas quero preparar o futuro do Anadia, nada mais do que isso”, referiu Vasco Oliveira.