A Feira de Artesanato e Velharias do Silveiro, que se realizou durante este fim de semana, decorreu “de acordo com as perspetivas da associação, sendo um evento que deve ter continuidade”, anunciou Paulo Martins, presidente da União Desportiva Cultural e Recreativa do Silveiro, entidade organizadora. “Pretendemos que venha a crescer em termos de público, pois  para os expositores será sempre importante”, afirmou Paulo Martins, sublinhando que “apesar de os expositores serem fundamentalmente da região, entendemos que houve muita qualidade e que algumas artes estiveram muito bem representadas”.
Paulo Martins refere ainda que “o Largo do Barreiro, onde decorreu a feira, tem ótimas condições para a realização deste tipo de eventos”, acrescentando que “a animação e o convívio reinaram, o que torna a feira muito agradável”.
Este responsável diz ainda que, “da parte da União Desportiva Cultural e Recreativa do Silveiro há vontade de trabalhar no sentido de fazer crescer a feira e que ela seja uma referência”, agradecendo “à Junta de Freguesia de Oiã e à Câmara Municipal de Oliveira do Bairro e aos seus respetivos presidentes pela sua presença, que é sempre importante”.