A Associação humanitária está outra vez de luto. Faleceu César Augusto Trindade Mesquita, que foi presidente da direção dos Bombeiros Voluntários de Vagos durante dois mandatos (1986/87), num dos períodos mais conturbados da instituição vaguense.
Contava 79 anos, e dedicou parte da sua vida a causas ligadas à associação, como atesta a atribuição, aprovada pelos associados em assembleia geral de janeiro de 1985, do estatuto de sócio benemérito. Em causa estava a “extraordinária dedicação e generosidade”, amplamente reconhecida pelas sucessivas ofertas e campanhas de angariação de fundos que sempre liderou, na vila de Vagos e nos Estados Unidos onde estava radicado.
Em 1986 fez parte da comissão administrativa, na sequência da situação de crise de que resultou a demissão da equipa liderada por António Ferreira Gala, em funções desde 1973. Acabaria por ser eleito presidente da direção, tendo tomado posse na presença do então governador civil de Aveiro, Sebastião Dias Marques.
O funeral, com grande acompanhamento, realizou-se ontem à tarde. À família enlutada, apresentamos as nossas condolências.

E.J