Oriundos das dioceses de Aveiro, Coimbra, Guarda e Viseu, mais de 150 professores e alunos de oito escolas católicas da região refletiram, em Calvão, sobre as “marcas” que caracterizam aquele tipo de instituições.
Integrada na edição 2018 das “Jornadas Locais das Escolas Católicas”, a ação decorreu no colégio de Nossa Senhora da Apresentação, e contou com a presença do bispo de Aveiro, D. António Moiteiro, que para além de presidir à celebração eucarística de encerramento, proferiu uma conferência intitulada “Como é que a escola católica anuncia Jesus Cristo”.
Segundo o prelado aveirense, o fenómeno religioso e a religião devem ser abordados no “respeito à liberdade de todos os cidadãos”. “Não seguimos ideias, mas uma Pessoa”, considerou o presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé, para quem as escolas católicas possuem identidade própria, decorrente da sua própria “matriz identitária”.

 

Ler mais na edição impressa ou digital