A presidente da Câmara de Cantanhede está muito preocupada com os sinais de degradação que se têm vindo a acentuar na prestação de cuidados de saúde no concelho, por falta de resposta da tutela. A análise dos problemas e a procura de soluções foi o mote da reunião promovida por Helena Teodósio que juntou, no dia 26 de setembro, no salão nobre dos Paços do Concelho, representantes das entidades do setor e os titulares de órgãos políticos locais, designadamente o Executivo Camarário, presidentes de Junta e membros da Assembleia Municipal eleitos pelo PSD, PS e CDU.
Participaram também no encontro o presidente do Conselho Diretivo do Hospital Arcebispo João Crisóstomo, António Sequeira, o administrador da Unidade de Cuidados Continuados da Santa Casa da Misericórdia de Cantanhede, António Alexandre, a coordenadora da Unidade de Cuidados Continuados Vivenda São Francisco, Lorena Oliveira, o secretário da Direção da Secção Regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros, Pedro Miguel Lopes Silva, e o presidente do Conselho Jurisdicional desta entidade, Valter José Mendes de Amorim.

Leia a notícia completa na edição de 4 de outubro 2018 do JB