Após o apito final do jogo entre o Loures e o Anadia, que terminou empatado a um golo, gerou-se alguma confusão entre os jogadores no centro do relvado. Inesperadamente e para surpresa geral, o treinador do Loures, André David, agrediu com uma pasta o técnico do Anadia, Nuno Pedro, tendo este ficado inanimado no chão durante alguns minutos até ser assistido pelos bombeiros e depois transportado para o Hospital de Loures. O árbitro assistiu a tudo e a Polícia de Segurança Pública tomou conta da ocorrência, identificando o agressor. Uma cena lamentável, pouco vista nos campos de futebol entre treinadores. André Figueiró, treinador adjunto do Anadia, no final do jogo, lamentou o sucedido. “Um treinador profissional já devia ter experiência e capacidade de ser líder. Se não está habituado a ter este tipo de pressão, não pode ser treinador.”