Foi já com o pensamento na comemoração dos 40 anos da sua fundação que a Confraria dos Enófilos da Bairrada reuniu na passada quarta-feira, dia 27 de março, em Assembleia Geral, no restaurante Pompeu dos Frangos.
Se da ordem trabalhos constava, sobretudo, a aprovação de contas relativa ao ano de 2018, as quais foram aprovadas por unanimidade, com um resultado líquido de 8.387,81 euros, fruto de uma política de diminuição de custos administrativos, o que mais se destacou foi mesmo a apresentação do cronograma da programação que a Confraria gizou para a efeméride.
Comemorações
 Foi pela voz da presidente da Confraria, Célia Alves, que foram revelados os pontos altos das comemorações, onde se destaca a organização de uma cerimónia com a presença de todos os Confrades de Honra já entronizados, a realizar em Lisboa, a publicação de uma revista alusiva às efemérides passadas, uma exposição itinerante por todos os concelhos da Bairrada dedicada à história da instituição e o lançamento de um vinho comemorativo dos 40 Anos, a apresentar no Capítulo, que se realizará a 30 de novembro.
“Vinhos Premiados”
Segundo uma prática recente, o jantar que se seguiu à Assembleia teve como temática a homenagem aos vinhos premiados com excelência nas duas mais importantes publicações vínicas de Portugal, a Revista de Vinhos e a Grandes Escolhas.
Os vinhos que foram dados a provar e abrilhantaram o jantar foram o Giz – Vinha das Cavaleiras 2016, de Luís Gomes, o Vinha Barrosa 2015, de Luís Pato, o Kompassus Private Collection 2013, da Kompassus, o Pai Abel branco 2016, da Quinta das Bágeiras, e o Principal Grande Reserva Branco 2011, das Colinas de S. Lourenço.
Cinco vinhos extraordinários que mereceram o aplauso e elogio dos Confrades presentes.