A Câmara Municipal de Anadia vai celebrar protocolos com as quatro associações de proteção florestal (Avelãs de Cima, Boialvo, Ferreiros e Vila Nova de Monsarros) existentes no concelho. O investimento a realizar é de 56 mil euros.
A decisão foi tomada por unanimidade, na última reunião de executivo, realizada no passado dia 19 de junho.
Associação Cultural e Recreativa de Algeriz, Associação de Apoio Florestal e Ambiental de Avelãs de Cima, Associação de Proteção Florestal do Corgo, Pardieiro, Boialvo, Mata, Figueira e Candieira e a Associação de Voluntários de Ferreiros, são as quatro associações que vão assegurar as ações de vigilância móvel das áreas florestais das freguesias consideradas de intervenção prioritária, Avelãs de Cima, Moita e Vila Nova de Monsarros.
Os responsáveis das quatro associações já reuniramcom o executivo, GNR e BVA para articular atuação no terreno e percursos a realizar, revelou a edil Teresa Cardoso que deu conta de que, à semelhança do ano passado, a Câmara Municipal está disponível a colaborar com viaturas e todo o equipamento necessário para a intervenção imediata no terreno, mas também fornecendo equipamento de identificação e comunicações, ficado a cargo das associações, o seguro (das motorizadas) e o combustível, assim como a escolha dos elementos (e o valor a atribuir a cada um) que vão integrar estas equipas de vigilantes que serão oito.

 

Ler mais na edição impressa ou digital