O reforço de médicos no Centro de Saúde de Águeda  permitiu criar a capacidade para a inscrição de 1.500 pessoas sem médico de família, disse o ACeS Baixo Vouga.

O concelho de Águeda, segundo a mesma fonte, tem assistido recentemente ao reforço do número de médicos de medicina geral e familiar a colaborar nas variadas unidades de saúde do concelho, por forma  a satisfazer as necessidades neste domínio resultantes do crescimento contínuo da população de Águeda e que necessitam de acompanhamento de cuidados de saúde primários.

No decurso dos meses de julho e de agosto, criou-se a capacidade de inscrição para mais 1.500 residentes no concelho de Águeda que ainda não disponham de médico de família na cidade de Águeda (UCSP Águeda II) e na zona ocidental da freguesia, nomeadamente em Recardães e em Fermentelos (UCSP Águeda III).