A festa em honra de N.ª Sra. de Fátima, em Malhapão, não chegou ao fim. Devido à previsão de chuva para domingo (dia 13), o juiz Abel Pinto, em consonância com o grupo Magma, decidiu cancelar a animação agendada para aquele dia. Segundo o juiz, o palco seria montado por aquele grupo e serviria também para a atuação de Quim Barreiros. Contudo, “na véspera, perante a ameaça de temporal, eles não quiseram arriscar o equipamento. No domingo, como a chuva acalmou até à hora de almoço, ainda se pensou em montar o palco, mas entretanto já não havia tempo para isso”, justificou o juiz, que admite não estar em consonância com a mordomia, que o acusa de ter na sua posse dinheiro da festa.
Leia a notícia completa na edição de 17 de outubro do JB