Natal(i)a está de regresso em dezembro (de 14 a 22), para brilhar no mesmo palco, onde continua a morar o co-fundador do Museu do Brincar, Jackas, que é o único Pai Natal certificado da Península Ibérica.
Descartada a parceria, que tinha sido firmada em 2018, através de protocolo, com a Associação para a Educação e Valorização da Região de Aveiro (AEVA), que entretanto foi suspenso, a edição deste ano volta ao formato original, e promete, como sempre, animação e espírito natalício.
Organizado pelo Museu do Brincar, o evento volta a estar ligado ao NEVA – Núcleo Empresarial de Vagos. Alegadamente para “colocar as pessoas mais próximas do comércio tradicional”, conforme adiantou o presidente da câmara. Referindo-se à “suspensão” do protocolo com a AEVA, Silvério Regalado reconheceu que, apesar do balanço não ser negativo, o evento do ano passado terá estado “aquém das expetativas da câmara”. Para o autarca vaguense é necessário “ter a noção de que os custos que este tipo de eventos têm, e que precisam de ser um bocadinho mais controlados”.
 
Ler mais na edição impressa ou digital