Alvo de uma candidatura ao Orçamento Participativo do Município de Anadia, o Parque Claudino Pinto, também conhecido por Choupal, vai ser alvo de uma profunda reabilitação no decorrer deste ano, que irá permitir dotar o espaço de outras condições e beleza.
Sobre a obra falámos com João Pedro Ferreira, filho da terra e proponente do projeto que, juntamente com a autarca Lúcia Rodrigues, revelaram alguns pormenores da obra orçada em 41 mil euros e que visa requalificar por completo este espaço.
Desejo antigo
“Este era um desejo antigo dos avelanenses”, refere João Pedro Ferreira que, juntamente com o amigo Cristiano Pereira,e as autarcas Lúcia Rodrigues e Marta Nazaré Silva, esboçaram o que gostariam que fosse este emblemático espaço, hoje bastante degradado.
“O parque acusa o peso da idade, a falta de obras, mas também o desgaste causado pelo tempo”, conta o jovem, que reconhece que esta é “a sala de visitas” da freguesia, parque muito procurado nos meses mais quentes.
“Precisa ter outra dignidade e apresenta-se com grande desgaste porque há vários anos que não se faz aqui qualquer investimento”, diz, sem esquecer que “os invernos rigorosos e as intempéries têm causado danos em vários pontos do parque.” De tal forma que “também o parque infantil que aqui estava instalado teve de ser retirado pela Junta de Freguesia por já não ser seguro: “estava muito degradado e era um perigo”, confirma Lúcia Rodrigues.
Obras de vulto
A obra vai incidir com especial relevo no Rio Serra da Cabria, com a restituição dos dois espelhos de água que ali existiram desde tempos imemoriais e restauro das mesas e bancos.
Uma obra que pretende “dar nova vida” ao Choupal, que apresenta as marcas do tempo e dos processos de erosão naturais.
“Com mais de 80 anos de história, este Parque é o ex-líbris da freguesia, bastante procurado para momentos de convívio e lazer”, avança a presidente da Junta de Freguesia, Lúcia Rodrigues que, tal como João Pedro Ferreira, sentiu uma enorme alegria ao saber que a obra fora contemplada no Orçamento Participativo Municipal. “Agora seria ouro sobre azul poder inaugurar esta obra em setembro, na data em que se celebra o Dia da Freguesia”, diz em jeito de desafio e apelo à Câmara Municipal de Anadia.
 
Ler mais na edição impressa ou digital