Os portugueses estão proibidos de sair do concelho de residência, entre quinta-feira santa e segunda-feira de Páscoa (9 a 13 de abri), de acordo com o decreto do Governo que regulamenta a prorrogação do estado de emergência por mais 15 dias em Portugal.

Esta medida de limitação à mobilidade dos cidadãos, durante um período de cinco dias, foi já aprovada na reunião do Conselho de Ministros que decorre no Palácio da Ajuda e que tem como ponto único a aprovação do diploma que regulamenta a prorrogação do estado de emergência que será decretado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, avança a Agência Lusa

Além da medida de confinamento dos cidadãos aos seus concelhos de residência, o Governo vai também limitar a duas pessoas a capacidade de transporte em veículos ligeiros para cinco lugares, exceção feita a familiares diretos. Um veículo com novo lugares, por exemplo, só poderá transportar três pessoas.

Sabe-se que esta medida vai vigorar durante o período de renovação do estado de emergência, ou seja, 15 dias.