A Radiolândia – Museu do Rádio, em Bustos, e o Museu de Etnomúsica da Bairrada, no Troviscal, vão reabrir ao público esta segunda-feira, 1 de junho, com algumas restrições, após o encerramento motivado pelo combate à pandemia da Covid-19.

Estes dois equipamentos, que integram a Rede de Museus do Concelho de Oliveira do Bairro, vão funcionar de segunda a sexta-feira, das 14h às 19h, com visitas restringidas a um tempo máximo de 15 minutos.

Lília Ana Águas, vereadora da Cultura do Município de Oliveira do Bairro, explica a decisão com “o direito inalienável dos cidadãos à cultura, conciliado com o valor superior da saúde pública, garantindo o menor risco de contágio e propagação da Covid-19, a trabalhadores e visitantes”.

Recorde-se que a abertura dos museus nacionais voltou a ser permitida a partir de 18 de maio, por via de uma Resolução do Conselho de Ministros, que estabeleceu a estratégia de levantamento das medidas de confinamento, no âmbito do combate à pandemia da Covid-19.

A reabertura dos dois equipamentos museológicos será faseada, com o levantamento de restrições em três momentos. A fase 3 será aplicada, previsivelmente a 1 de setembro, no caso de já não haver riscos associados ao contágio e seja permitido o regresso à atividade normal e sem condicionantes dos Museus.

Na primeira fase, até ao final de junho, estarão abertas ao público as Salas de Exposição Permanente de ambos os museus, bem como as instalações sanitárias. Todos os restantes espaços e serviços, manter-se-ão encerrados.

Os visitantes terão obrigatoriamente que usar máscara de proteção no acesso aos museus, desinfetarem as mãos à entrada, com produto disponibilizado para o efeito, e limpar e higienizar o seu calçado com desinfetante adequado, também disponibilizado pelo museu e colocado junto à entrada. Todos os visitantes serão alvo de medição da sua temperatura corporal, através de termómetro sem contacto.

O número máximo de pessoas permitida de cada vez nos espaços dos museus é de cinco, devendo ser sempre mantido um distanciamento social obrigatório de 2 metros entre si.

Todos os equipamentos interativos e multimédia estarão desligados, por razões de segurança.

Nesta primeira fase não estão previstas visitas guiadas, sendo apenas supervisionadas por um técnico dos museus.

A Rede de Museus de Oliveira do Bairro, vai privilegiar as visitas que forem antecipadamente marcadas, através dos contactos de cada um dos museus.