Com uma época que estava a ser bastante produtiva e com fundadas esperanças de regressar aos títulos, a pandemia virou tudo do avesso nos objetivos do Frei Gil Voleibol Clube (FGVC).

O sentimento de frustração foi grande, mas o clube liderado por Fernando Pato, muito bem organizado e onde não deixa nada ao acaso, acredita, mesmo num mundo de incertezas, que o voleibol continuará a marcar a sua posição no concelho de Oliveira do Bairro e por outras zonas do país, muito por força do seu espírito de grupo.

Leia a entrevista completa na edição impressa