A GNR deteve, em flagrante delito, quatro homens e uma mulher, com idades entre os 28 e os 57 anos, pelo crime de tráfico de estupefacientes, anunciaram as autoridades.

A detenção, no dia 15 de julho, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Cantanhede, decorreu no  âmbito de uma investigação pelo crime de tráfico de droga. “Os militares da Guarda apuraram que o grupo se abastecia de droga nos distritos do Porto e de Coimbra e que partilhava entre si o produto estupefaciente para o fazer chegar ao consumidor final. Para além de vários tipos de droga, tinham ainda nas suas residências plantas de cannabis em crescimento”.

Segundo a GNR, no decorrer das diligências policiais, foram também detidos através de mandado dois homens de 30 anos pelo mesmo crime. Os militares realizaram seis buscas domiciliárias e quatro em veículos, nos concelhos de Coimbra, Cantanhede e Mira, que permitiram apreender o seguinte diverso material, a saber: 220 doses de cannabis; 189 doses de cocaína; 76 doses de haxixe; 71 pés de plantas de cannabis; 21 doses de MDMA; seis comprimidos de ecstasy; uma dose de anfetaminas; sete doses de heroína; duas doses de óleo de cannabis; um cogumelo; dois selos LSD; cinco balanças de precisão; vários telemóveis e aparelhos informáticos; vários sacos de acondicionamento de estupefaciente; 3800 euros em numerário e duas soqueiras.

Os detidos, cinco dos quais com antecedentes criminais por tráfico de estupefacientes, furtos e roubos, estão a ser presentes ao Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação.

A operação contou com o reforço da Unidade de Intervenção (UI), dos Destacamentos de Intervenção (DI) de Coimbra, Leiria e Aveiro, dos Postos Territoriais de Souselas, Mira e Cantanhede, tendo sido empenhados cerca de 60 militares.