Os números não enganam, para um investimento de grandes dimensões: 5,2 milhões de euros, prazo de execução de dois anos; duas novas linhas de produção; criação de 41 novos postos de trabalho, sendo 21 homens e 20 mulheres; e um total, presentemente, de 627 trabalhadores, o que faz da fábrica de pás eólicas RiaBlades o maior empregador de Vagos.

A candidatura a Projeto de Interesse Municipal de Vagos (PIM), foi apresentada em reunião de câmara, tendo sido aprovada por unanimidade pelo executivo presidido pelo social-democrata Silvério Regalado. Ao que se sabe, o investimento será feito nos próximos dois anos, na atual unidade industrial, com a criação de duas novas linhas – uma para pás eólicas de 145 metros de diâmetro; outra, uma nova linha-protótipo, para pás de 155 metros de diâmetro, “que visa validar conceitos para permitir o investimento em linhas adicionais para esta tipologia de pá”.

Leia mais na edição impressa de 6 de agosto.

Eduardo Jaques (Colaborador)