Foto de Arquivo

Mais de 750 operacionais, apoiados por 231 viaturas e 14 meios aéreos combatem o incêndio em Oliveira de Frades, Viseu, que já alastrou aos concelhos vizinhos de Águeda e de Sever do Vouga, Aveiro, segundo a Proteção Civil.

No concelho de Águeda, as chamas localizam-se no perímetro florestal do Curro, Alombada (Freguesia de Macinhata do Vouga) disse ao JB o presidente da Câmara de Águeda, Jorge Almeida.

“Os bombeiros estão posicionados no terreno para proteger as populações de Alombada, Chãs, Moita e Macida (Talhadas), desde a 1h da manhã desta terça-feira”, referiu o autarca, lamentantando a fraca visibilidade por causa dos fumos e os ventos fortes que “não deixam atuar em condições os meios aéreos”.

Destacando o trabalho dos bombeiros, unidades de proteção civil e sapadores florestais, que garantem a segurança das populações, Jorge Almeida mostrou alguma “apreensão” pelo evoluir do incêndio, exatamente pelas condições adversas para o combate às chamas, uma vez que o vento forte persiste naquela zona.

Este incêndio deflagra desde segunda-feira às 11h24 na localidade de Antelas, freguesia de Arcozelo das Maias, concelho de Oliveira de Frades, no distrito de Viseu.

Um bombeiro de 41 anos morreu na segunda-feira enquanto combatia este incêndio no concelho de Oliveira de Frades.