No seguimento da adjudicação do serviço de avaliação das pontes e viadutos do concelho, os técnicos estão neste momento a realizar a intervenção para que seja possível saber o estado de conservação destas infraestruturas sob jurisdição da Câmara de Águeda.

“Com esta avaliação, ficaremos com uma base de dados atualizada e fundamentada do ponto de vista técnico sobre o estado em que estão as pontes e viadutos do concelho, para que, consequentemente, os serviços camarários possam programar as obras de reabilitação e manutenção que se determinem necessárias fazer”, referiu Jorge Almeida, presidente da Câmara de Águeda, acrescentando que assim é possível uma monitorização contínua destas infraestruturas.

O edil aguedense frisa que esta avaliação sistemática e simultânea em todo o concelho, que está a decorrer “a um bom ritmo, é uma prática adequada para seja possível evitar situações como as que aconteceram no passado, como a Ponte do Vouga, e que nunca tinha sido feita até ao momento”.

Trata-se, portanto de uma avaliação “de extrema importância”, tendo em conta que em causa está “a segurança e bem-estar das populações que utilizam aquelas vias para circular”.