Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Categoria | Desporto, Visto da Bancada

Maldição caseira

O Oliveira do Bairro voltou a adiar a recuperação na tabela classificativa, em casa. No espaço de uma semana, realizou três jogos e, de nove pontos possíveis, apenas somou um, frente ao Paredes. A equipa tem demonstrado uma certa alergia quando joga em casa, pois apenas ganhou um jogo, empatou três e perdeu oito (é a equipa com mais derrotas em casa), tendo melhor registo fora de casa. E para uma equipa que luta pela manutenção, perder assim pontos não lhe dá crédito para atingir os objetivos traçados no início da época.
Em Espinho, na casa de um dos primeiros classificados, o Anadia não foi capaz de contrariar o favoritismo dos homens da Costa Verde, como também vários erros da equipa de arbitragem. Os Trevos continuam no 5.º lugar a contar do fim (os dois piores 5.ºs classificados descem), a cinco pontos de Aliados de Lordelo e Padroense. Na zona Norte, Marítimo e Vizela têm 28 pontos; na zona Sul, Atlético Reguengos e 1.º Dezembro, 24, o que quer dizer que se o campeonato acabasse agora, o Anadia descia.
2-Na primeira de 6 finais, o Oliveira do Bairro joga em Amarante, atual 5.º classificado. Não se perspetiva um jogo nada fácil, embora os Falcões se deem bem fora de casa. Rui França ainda não perdeu fora e isso poderá ser um bom tónico. O Anadia também tem um opositor de respeito na receção ao Operário, que está em 4.º na tabela. Só um Trevo ao melhor nível será capaz de suplantar um adversário que sabe jogar à bola.
O Pampilhosa começa a fase de subida no reduto do Marinhense. Para quem quer subir terá que começar já partir a “louça” toda. Cada ponto é ouro.

Pergunta da semana

Vai a algum festival de verão este ano?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com