Desporto

tebol: III Divisão (Série C, 29ª jornada)

Resultados/classificação

Resultados da 28ª jornada da Série C do campeonato português de futebol da III Divisão, disputada hoje, e respectiva classificação:

Cucujães – Satão, 3-1
Mangualde – Avanca, 1-3
Águeda – Esmoriz, 1-1
Cesarense – Gafanha, 2-1
Mileu – São Roque, 6-0
Anadia – Ala-Arriba, 3-2
Arouca – Milheiroense, 1-0
Estarreja – Valecambrense, 1-0
Fornos Algodres – Penalva Castelo, 1-2

Classificação:

CASA FORA TOTAL
CL EQUIPA V E D M S V E D M S J V E D M S P

1 ESMORIZ :13 1 0 37-10: 9 4 2 22-10:29 22 5 2 59-20:71
2 AGUEDA :10 5 0 39-15: 6 3 5 19-16:29 16 8 5 58-31:56
3 MANGUALDE :12 0 3 27-14: 3 5 6 14-23:29 15 5 9 41-37:50
4 MILHEIROENSE:10 2 2 25-12: 4 5 6 14-16:29 14 7 8 39-28:49
5 ANADIA : 9 3 3 22-15: 5 2 7 16-24:29 14 5 10 38-39:47
6 PENALVA CAST: 8 5 1 23- 8: 4 4 7 12-21:29 12 9 8 35-29:45
7 ESTARREJA :11 2 1 32- 9: 2 3 10 14-31:29 13 5 11 46-40:44
8 CESARENSE :10 1 4 27-13: 2 4 8 17-23:29 12 5 12 44-36:41
9 SATAO :10 2 3 28-13: 1 4 9 9-26:29 11 6 12 37-39:39
10 VALECAMBRENS: 6 4 4 25-15: 4 4 7 18-23:29 10 8 11 43-38:38
11 GAFANHA : 7 4 3 20-12: 3 3 9 18-26:29 10 7 12 38-38:37
12 AVANCA : 9 4 2 30-14: 1 2 11 15-27:29 10 6 13 45-41:36
13 AROUCA :10 2 3 23-14: 0 3 11 13-35:29 10 5 14 36-49:35
14 F.ALGODRES : 7 4 3 30-20: 3 1 11 16-30:29 10 5 14 46-50:35
15 MILEU :11 2 2 35-18: 0 0 14 6-39:29 11 2 16 41-57:35
16 CUCUJAES : 7 3 5 23-17: 1 2 11 13-33:29 8 5 16 36-50:29
17 SAO ROQUE : 5 3 6 21-22: 2 2 11 11-30:29 7 5 17 32-52:26
18 ALA-ARRIBA : 5 4 5 15-16: 0 0 15 10-49:29 5 4 20 25-65:19

Programa da 30ª jornada (14 Abr):
Avanca – Satão
Esmoriz – Mangualde
Gafanha – Águeda
São Roque – Cesarense
Ala-Arriba – Mileu
Milheiroense – Anadia
Valecambrense – Arouca
Penalva Castelo – Estarreja
Fornos Algodres – Cucujães

Lusa

(7 Abr / 19:22)

Desporto

tebol: II Divisão B (Zona Centro, 30ª jornada )

Resultados/classificação

Resultados da 30ª jornada da Zona Centro do campeonato português de futebol da II Divisão B, disputada hoje, e respectiva classificação:

Sp. Covilhã – Vilafranquense, 4-1
Sp. Pombal – Ol. Hospital, 1-1
Beneditense – Ol. Bairro, 0-1
Arrifanense – Ac. Viseu, 0-0
Alcains – S. João Ver, 0-0
Feirense – Benf.Cast.Branco, 2-1
Torreense – Caldas, 2-1
Odivelas – Marinhense, 2-3
Fátima – U. Coimbra, 1-1
Sourense – Sanjoanense, 0-1

Classificação:

CASA FORA TOTAL
CL EQUIPA V E D M S V E D M S J V E D M S P

1 SP.COVILHA :13 3 0 34- 8: 5 6 3 13- 9:30 18 9 3 47-17:63
2 TORREENSE :11 3 1 27- 6: 7 3 5 27-21:30 18 6 6 54-27:60
3 SP.POMBAL :11 5 0 28- 8: 6 3 5 20-16:30 17 8 5 48-24:59
4 SANJOANENSE : 9 4 2 31-15: 6 5 4 15-13:30 15 9 6 46-28:54
5 ODIVELAS :11 2 2 31-13: 5 3 7 13-18:30 16 5 9 44-31:53
6 FEIRENSE :10 3 2 22- 9: 6 2 7 17-15:30 16 5 9 39-24:53
7 AC.VISEU :11 3 1 33-15: 2 8 5 15-19:30 13 11 6 48-34:50
8 SAO JOAO VER:10 4 1 27-14: 3 5 7 14-18:30 13 9 8 41-32:48
9 OLI.BAIRRO :10 1 4 30-21: 3 7 5 14-17:30 13 8 9 44-38:47
10 VILAFRANQ. :10 4 1 21- 6: 1 7 7 12-24:30 11 11 8 33-30:44
11 CALDAS : 6 5 3 29-20: 4 4 8 23-33:30 10 9 11 52-53:39
12 BENFICA CB : 4 4 7 22-26: 6 5 4 24-20:30 10 9 11 46-46:39
13 FATIMA : 8 4 3 24-19: 2 3 10 13-28:30 10 7 13 37-47:37
14 OLI.HOSPITAL: 4 7 4 16-18: 3 2 10 17-25:30 7 9 14 33-43:30
15 BENEDITENSE : 7 1 8 18-21: 2 1 11 18-29:30 9 2 19 36-50:29
16 MARINHENSE : 4 6 4 15-18: 3 2 11 17-33:30 7 8 15 32-51:29
17 SOURENSE : 6 2 7 23-31: 1 4 10 8-32:30 7 6 17 31-63:27
18 U.COIMBRA : 5 6 3 16-17: 1 2 13 12-37:30 6 8 16 28-54:26
19 ARRIFANENSE : 3 6 6 14-17: 2 1 12 15-32:30 5 7 18 29-49:22
20 ALCAINS : 3 3 9 14-22: 0 3 12 17-36:30 3 6 21 31-58:15

– Programa da 31ª jornada (14 Abr):
Sanjoanense – S. João Ver
Vilafranquense – Sp. Pombal
Ol. Hospital – Beneditense
Ol. Bairro – Arrifanense
Ac. Viseu – Alcains
S. João Ver – Feirense
Benf. Cast. Branco – Torreense
Caldas – Odivelas
Marinhense – Fátima
U. Coimbra – Sourense

Lusa

(7 Abr / 19:01)

Desporto

Mealhada, 2 – Fiães, 1

líder perdeu invencibilidade

Campo Dr. Américo Couto, na Mealhada.
Árbitro: Augusto Costa.
Auxiliares: Luís Carlos e Manuel Freitas.

MEALHADA: Gabi, Tarrafa, Vicente, João Moreira, Luís Dinis, Carlos Costa (Licas, 53m), Marco Machado (Carlos, 87m), Alencar (Pedro Abrantes, 53m), Nelson, Quadros e Telmo.
Treinador: Luís Mendes.

FIÃES: Sérgio, Vitinha (Álvaro, 63m), Serafim, Paquete, Rui, Gabi, Polícia, Manarte, Reis (Graça, 58m), Nelinho (Sérgio Nuno, 58m), Pedrinho.
Treinador: Artur Quaresma.

Ao intervalo: 0-1
Marcadores: Nelinho (23m), Marco Machado (71m) e Nelson (83m).
Disciplina: cartão amarelo a Telmo (44m), Serafim (52m), Rui (56m), Pedrinho (83m) e Polícia (84m).

Dado o comportamento quase cem por cento irrepreensível do Fiães, nada fazia prever que os líderes do campeonato perdessem a sua invencibilidade na Mealhada.
Mas só quem não viu o jogo é que poderá dizer que houve engano no resultado final. A verdade é que os bairradinos souberam acreditar o vencer com alguma justiça.
Depois de algum equilíbrio na fase inicial do jogo, o Fiães, aos 23 minutos, aproveitou um deslize do meio campo contrário para se adiantar no marcador.
Até ao intervalo, o Mealhada mostrou-se impotente para contrariar algo de positivo, mas, na segunda parte, tudo foi diferente.
A entrada de Licas e as duas oportunidades de golo criadas pelo Mealhada contribuiram para que a equipa de Luís Mendes perdesse o respeito ao líder.
Aos 71 minutos, Marco Machado empatava o jogo, colocando justiça no resultado, até que, aos 83 minutos, na sequência de um passe em profundidade, Nelson ficou isolado diante de Sérgio, fez o golo que daria a vitória ao Mealhada.
Foi o delírio nas bancadas dos adeptos locais com a primeira derrota do Fiães.
Arbitragem regular.

(1 Abr / 11:14)

Desporto

Visto da Bancada

Alba, o grande beneficiado

Manuel Zappa

O duelo de gigantes entre os dois segundos classificados, LAAC e Pampilhosa, que se saldou por um empate, não só deixou tudo na mesma na tabela, como serviu para aproximar ainda mais Rio Meão e Alba dos lugares cimeiros, onde os albergarienses deram um passo importante para se assumirem de uma vez só pela segunda posição.
Quem voltou a perder terreno foi o Mourisquense, mas o empate, diante do incontestado líder do campeonato, poderá considerar-se um mal menor para os pupilos de Sá Santos
As próximas jornadas poderão ser decisivas, dado que do segundo, Pampilhosa, ao sétimo classificado, o Mealhada, apenas dista uma diferença de cinco pontos. Os mealhadenses que regressaram às vitórias e logo com uma goleada sobre o Valonguense, ultrapassando o Canedo que, algo surpreendentemente foi derrotado em Bustos que, sob a orientação de novo treinador nas duas últimas duas jornadas já somou quatro pontos.
No derby bairradino, Oiã e Fermentelos terminou empatado, o que decerto não agradou a nenhuma das equipas, pois estão muito perto da despromoção, caso desçam sete equipas.
Se o Pampilhosa tem todas as probabilidades de ganhar ao Soutense, a LAAC não irá ter tarefa fácil em Castelo de Paiva, dado que o Paivense vai dando mostras que pretende recuperar do marasmo que evidenciou na primeira volta.
Apesar da irregularidade do Valonguense, o Alba também não irá contar com facilidade em Arrancada do Vouga, num jogo que poderá ser crucial para os seus objectivos imediatos.
Por sua vez, o Mourisquense irá tentar contrariar um certo ascendente do Pinheirense quando este joga em casa, ao passo que o Mealhada vai tentar também fazer pela vida em Fermentelos, onde mora um opositor bastante carenciado de pontos. Jogo dramático para os Pimpões. Como o será também para o Oiã na sua deslocação ao campo do líder Fiães, que apenas empatou três vezes e ainda não perdeu. Elucidativo!
O Bustos desloca-se até Fajões e, face aos últimos acontecimentos, ou seja, aos bons resultados, é crível que discuta palmo a palmo o resultado.

II DIVISÃO

Apetece-se dizer que esta foi mais uma jornada para cumprir calendário, dado que os cinco primeiros cumpriram as suas obrigações, que era ganhar.
O Aguinense goleou o Carqueijo, no campo deste, enquanto NEGE e Calvão venceram com chapa três, respectivamente o Paradela e o VN Monsarros, o segundo no concelho de Anadia.
O Covão do Lobo despachou à tangente a BARC, ao passo que o Luso alcançou preciosa vitória no reduto do Oliveirinha.
Um pouco contra as previsões, o Moitense foi severamente goleado em Barcouço, enquanto o Águas Boas não foi além de um empate caseiro frente à FIDEC.
A BARC-Aguinense é, sem dúvida, o jogo da jornada, mas a tarefa dos de Aguim não será nada fácil. Mas, para quem ainda não perdeu e tem demonstrado uma robustez exibicional a toda a prova, é bem provável que a equipa de Vítor Henriques ultrapasse mais este obstáculo.
O NEGE em Alquerubim e o Calvão em casa, diante do Oliveirinha devem manter o seu percurso vitorioso, sendo um pouco mais problemático o desempenho do Covão do Lobo na Moita.
O Luso recebe o Águas Boas. Aparentemente, os locais não devem meter água, o que não será nada aconselhável para os lados de Vila Nova de Monsarros, com os locais a receberem o último classificado, o Carqueijo. Salvo seja, oportunidade única para ganhar.

III DIVISÃO

O grande destaque da última jornada vai para a excelente vitória do Mogofores que, em casa, derrotou, sem apelo nem agravo, um dos comandantes, o Famalicão, que assim viu de novo o Antes fugir na classificação após o triunfo sobre a CRAC e viu o Vista Alegre aproximar-se após o seu triunfo em Recardães.
Quem voltou a fazer pela vida e aos poucos já está nas faldas da classificação é o Couvelha, depois da vitória clara em Amoreira da Gândara.
Porém, os seus vizinhos de Samel também não se ficaram atrás e golearam o Gafanha D’ Aquém.
Na tranquilidade da classificação está o Troviscalense, independentemente do empate caseiro diante do Casal Comba, mas ninguém tira o mérito ao conjunto da Póvoa do Forno pela recuperação que tem encetado na pauta classificativa.
O grande ingrediente da próxima jornada será o Famalicão-Antes, num jogo entre o segundo e o primeiro, sempre de resultado imprevisível pelo valor de ambos.
À espreita irá estar o Vista Alegre, embora o seu adversário, o Samel, não seja nenhuma pêra doce. O mesmo já não se poderá dizer de uma eventual prestação positiva do Amoreirense em Parada de Cima.
Embalado pelos bons resultados, o Couvelha não deverá sentir problemas para se desenvencilhar do Recardães.
O Mogofores joga em Casal Comba e, face às duas vitórias consecutivas, os pupilos de Sotto tudo irão fazer para não perder.
Entretanto, o Mamarrosa que folgou na ronda anterior, joga no reduto do Gafanha D’ Aquém, que também não está bem colocado na tabela. Mais necessitados estão os bairradinos que, por isso mesmo, terão de fazer pela vida para saírem do último lugar.
(19 Mar / 9:30)

Desporto

Em cima da Jogada

Aperta-se o cerco ao Águeda

Manuel Zappa

A exemplo do que já aconteceu esta época, o Oliveira do Bairro foi a única equipa que somou pontos na ronda do passado fim de semana.
Foi em Oliveira do Hospital, naquele que foi o segundo empate consecutivo, ambos na condição de visitante.
Um jogo que mostrou uma vez mais uma equipa com duas atitudes opostas da primeira para a segunda parte, sendo que o nulo castiga a sua inoperância ofensiva.
Esta quarta feira, a equipa recebeu o Vilafranquense, num jogo em que a luta estava centralizada pelo sexto lugar, o que, independentemente de qualquer que tenha sido o resultado, não deixa de o ser.
Os próximos dois jogos não serão nada fáceis, logo contra os dois primeiros classificados. Domingo, a deslocação ao reduto do SP. Covilhã, equipa que luta pela subida em igualdade de circunstâncias com o Pombal.
Os serranos apenas esbanjaram seis pontos em casa, provenientes de três empates. Será este cenário que o Oliveira do Bairro irá ter pela frente, bem como um opositor que não pretenderá perder terreno na luta pela promoção.
A derrota do Águeda em Mangualde deixou o seu adversário a apenas quatro pontos, menos um que o Milheiroense. Um desfecho que faz reacender a luta pela subida, se bem que os Galos continuem em posição privilegiada e com o mérito de apenas dependerem de si próprios.
Sátão é o adversário que se segue e, apesar da sua posição, mais ou menos tranquila, o Águeda é claramente favorito.
Mais equilibrada se prevê a tarefa do Anadia na recepção ao Gafanha, num jogo em que os Trevos serão obrigados a ganhar para não continuarem a fazer muitas contas (matemática) à vida.

(18 Mar / 11:05)

Desporto

OBSC – Nelson e Mário João já renovaram

Manuel Zappa

Aos poucos, o plantel do Oliveira do Bairro começa a ganhar consistência.
Assim, o guarda-redes Nelson e o médio Mário João aceitaram as condições que lhe foram oferecidas pela direcção e renovaram o seu contrato por mais uma temporada. Entretanto Pedro Paula, a grande revelação da época passada, tem quase tudo certo para continuar, faltando apenas limar algumas arestas com a Académica de Coimbra, clube ao qual ainda pertence.
Ao contrário da referência feita por nós na nossa anterior edição, Leandro não deixou o clube, estando ainda em conversações com os dirigentes bairradinos.
Outra notícia que se confirma é a do adjunto de Hassan. Será, como ventilamos, o de Nuno Pinto, substituindo Amorim, que não aceitou o convite, dado que optou por ir treinar o Oiã.
Relativamente aos jogos de preparação já estão agendados os seguintes jogos:
Dia 27/7 – OBSC – Tocha – 18 horas.
Dia 31/7 – Tocha – OBSC – 18.30 horas.
Dia 3/8 – OBSC – Anadia
Dia 6/8 – OBSC – Estarreja – 18 horas
Dia 10/8 – Anadia – OBSC – 18 horas
No dia 14 de Agosto será o jogo de apresentação à massa associativa, à noite, ainda com adversário a designar.
Uma semana antes do início do campeonato, dias 17 ou 18, o Oliveira do Bairro espera a confirmação da Naval para realizar o último teste.

AMBIÇÃO NO TOCHA

Após 24 anos afastado das competições nacionais, a União Desportiva da Tocha vai preparando com afinco a próxima época, de molde a realizar uma época tranquila, que é o grande objectivo da direcção do treinador João Pereira, que continua à frente do clube da Praia da Tocha.
Até ao momento renovaram os seguintes jogadores: Paulo Roberto, Hugo, Miguel, Lima, Joca, Ceia Lima, Hugo Rosete e Bartolomeu.
Quanto a reforços, o clube já contratou, Luís Miguel (ex-Alcains); Telmo (ex-Mirandense); Martins (ex-Ala Arriba); Márcio (ex-Meãs) e Xano (ex-Anadia), estando à espera das cedências da Académica e da Naval.

EDGAR BANDEIRA ASSINA PELO VALENCIANO

Depois das camadas jovens e seniores do Oliveira do Bairro, passagem pelos juniores do FC Porto e, na última época, no Sourense, Edgar Bandeira assinou por uma temporada pelo Valenciano que será treinado por antigo jogador do Águeda, Carlos Alberto.
O clube de Valença do Minho ofereceu-lhe boas condições, uma delas ser profissional e Edgar Bandeira não olhou para trás.

(2 Jul / 12:07)

Deixar uma resposta

Primeira página

O JB no Facebook

Unable to display Facebook posts.
Show error

Error: (#10) To use 'Page Public Content Access', your use of this endpoint must be reviewed and approved by Facebook. To submit this 'Page Public Content Access' feature for review please read our documentation on reviewable features: https://developers.facebook.com/docs/apps/review.
Type: OAuthException
Code: 10
Please refer to our Error Message Reference.

Siga-nos

Share This