Sociedade

Sociedade

Bombeiros vão ficar sem bip’s

Dezenas de corporações de Bombeiros, espalhadas por todo o país, vão ficar privadas da utilização dos tradicionais pagers, conhecidos por bip’s, já a partir do final deste mês.
O fim dos pagers já era anunciado a algum tempo, após as principais operadoras terem encerrado a sua actividade, tais como a Finacon, Telemensagem, Telechamada e Contactel, estas duas últimas foram fundidas, ficando o serviço a cargo da TMN.
Fonte desta operadora de móveis afirmou ao JB que “o encerramento da actividade dos pagers tem vindo a ser adiado, mas agora chegou a um ponto sem retorno”.
A operadora que até aqui detinha o monopólio dos “bip’s” está a proceder ao reequipamento de todas as corporações de bombeiros, através do sistema GSM, com a oferta de telemóveis de topo de gama. Em alguns casos as ofertas são superiores a 100 unidades. Estas ficam a pagar uma taxa reduzida e economizarão dinheiro no envio de SMS (short message service). Se uma simples chamada para a operadora do sistema de pagers poderia rondar 1,5 euros, este sistema custará apenas 0,07 euros por SMS para todo um conjunto de equipamentos da corporação.
O sistema GSM tem claras vantagens em relação aos tradicionais bip’s que, neste momento, existem em pequeno número no país.
Com este sistema, que será accionado a partir de um simples PC, os bombeiros para além de receberem SMS também poderão enviar mensagens para a central. Trata-se de um sistema bidireccional que permite ainda a localização da chegada dos bombeiros, ao mesmo tempo que o operador da central obtém a informação de quantos bombeiros receberam a mensagem de alerta, facilitando a tarefa de mobilização de operacionais.
A mesma fonte acrescentou que, neste momento, poderão estar equipadas com este sistema cerca de 400 corporações de bombeiros.
No entanto, este processo poderá ter algumas quebras de funcionamento no período do Natal e passagem de ano, quando as redes estão mais congestionadas com a habitual troca de mensagens.

(10 Jul / 13:42)

Sociedade

Sociedade

Bombeiros vão ficar sem bip’s

Dezenas de corporações de Bombeiros, espalhadas por todo o país, vão ficar privadas da utilização dos tradicionais pagers, conhecidos por bip’s, já a partir do final deste mês.
O fim dos pagers já era anunciado a algum tempo, após as principais operadoras terem encerrado a sua actividade, tais como a Finacon, Telemensagem, Telechamada e Contactel, estas duas últimas foram fundidas, ficando o serviço a cargo da TMN.
Fonte desta operadora de móveis afirmou ao JB que “o encerramento da actividade dos pagers tem vindo a ser adiado, mas agora chegou a um ponto sem retorno”.
A operadora que até aqui detinha o monopólio dos “bip’s” está a proceder ao reequipamento de todas as corporações de bombeiros, através do sistema GSM, com a oferta de telemóveis de topo de gama. Em alguns casos as ofertas são superiores a 100 unidades. Estas ficam a pagar uma taxa reduzida e economizarão dinheiro no envio de SMS (short message service). Se uma simples chamada para a operadora do sistema de pagers poderia rondar 1,5 euros, este sistema custará apenas 0,07 euros por SMS para todo um conjunto de equipamentos da corporação.
O sistema GSM tem claras vantagens em relação aos tradicionais bip’s que, neste momento, existem em pequeno número no país.
Com este sistema, que será accionado a partir de um simples PC, os bombeiros para além de receberem SMS também poderão enviar mensagens para a central. Trata-se de um sistema bidireccional que permite ainda a localização da chegada dos bombeiros, ao mesmo tempo que o operador da central obtém a informação de quantos bombeiros receberam a mensagem de alerta, facilitando a tarefa de mobilização de operacionais.
A mesma fonte acrescentou que, neste momento, poderão estar equipadas com este sistema cerca de 400 corporações de bombeiros.
No entanto, este processo poderá ter algumas quebras de funcionamento no período do Natal e passagem de ano, quando as redes estão mais congestionadas com a habitual troca de mensagens.

(10 Jul / 13:42)

Leave a reply

Primeira Página

O JB no Facebook

Newsletter do Jornal da Bairrada

As notícias que contam, na sua caixa de email. Subscreva!

A sua subscrição foi recebida com sucesso!