Um despiste de um veículo ligeiro esta tarde, na Auto-estrada 1 (A1), entre a Mealhada e Oliveira do Bairro, causou quatro mortos, disse fonte do Destacamento de Trânsito de Coimbra.

O acidente ocorreu cerca das 16:15 horas, ao km 224 da A1, no sentido Sul/Norte.

A viatura despistou-se e saiu da estrada, tendo ficado imobilizada num talude que ladeia aquela via, incendiando-se de seguida.

Segundo a mesma fonte, os quatro ocupantes da viatura morreram carbonizados.

Em declarações à Lusa o comandante dos Bombeiros da Mealhada, António Lousada, disse que, nesta altura, ainda decorrem as operações para tentar retirar os corpos da viatura.

“O automóvel ficou virado com as rodas para cima, numa zona de difícil acesso e, além disso, os corpos estão carbonizados e ficaram irreconhecíveis pelo que estamos a proceder com muito cuidado para os retirar”, adiantou.

ACTUALIZAÇÃO (21:28)
Ao fim de quatro horas, os bombeiros conseguiram retirar os corpos das quatro vítimas mortais do interior de uma viatura ligeira que se despistou esta tarde na Autoestrada 1 (A1), entre Mealhada e Oliveira do Bairro.

Em declarações à Lusa, o comandante dos bombeiros da Mealhada, António Lousada, disse que a operação de resgate foi complicada, tendo em conta o estado em que se encontravam os corpos e a posição da viatura.

“O automóvel ficou virado com as rodas para cima, numa zona de difícil acesso, e, além disso, os corpos estão carbonizados pelo que tivemos de proceder com muito cuidado para os retirar”, adiantou.

António Lousada referiu ainda que os quatro ocupantes da viatura eram todos adultos e os seus cadáveres foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal em Aveiro.

Fonte do Destacamento de Trânsito de Coimbra adiantou ainda à Lusa que as causas do acidente poderão estar relacionadas com o rebentamento de um pneu, segundo depoimentos recolhidos no local.

O acidente ocorreu cerca das 16:15 horas, ao km 224 da A1, no sentido sul-norte. A viatura despistou-se e saiu da estrada, tendo ficado imobilizada num talude que ladeia aquela via, incendiando-se de seguida.