Assinar


Bairrada

Águas de Aveiro investe 600 mil euros em Vagos

A Águas da Região de Aveiro (AdRA) vai investir 619 mil euros na ampliação da rede de drenagem de águas residuais no centro de Vagos, um dos municípios com menor cobertura de saneamento básico no distrito de Aveiro, anunciou ontem a empresa.

A obra está dividida em duas fases e contempla a construção de pouco mais de oito quilómetros de rede de drenagem de águas residuais, 267 ramais domiciliário e uma estação elevatória e respectiva conduta.

A primeira fase da empreitada, que deve estar concluída em meio ano, foi lançada pelo município de Vagos, mas a posição contratual da autarquia passou para a AdRA, segundo um acordo de cedência assinado hoje.

Na mesma ocasião, a empresa aproveitou para assinar o contrato referente à segunda fase.

Actualmente, segundo dados da AdRA, a rede de saneamento cobre apenas cerca de 30 por cento do concelho, o que faz com que Vagos tenha a mais baixa taxa de cobertura no distrito de Aveiro.

“Com a conclusão deste projecto, cerca de três centenas de clientes, quase mil pessoas, beneficiarão do sistema de saneamento, contribuindo para a melhoria das condições ambientais da região de Aveiro”, disse à Lusa o presidente do conselho de administração da AdRA, Sérgio Hora Lopes.

Desde maio, a AdRA passou a garantir a gestão integrada dos serviços de abastecimento de água para consumo público e de saneamento de águas residuais urbanas nos concelhos de Águeda, Albergaria-a-Velha, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oliveira do Bairro, Sever do Vouga e Vagos.

Em Março, o município de Ovar solicitou a integração também na parceria e a sua adesão plena deverá acontecer ainda este ano.

A empresa com um capital social de 17,5 milhões de euros (15 milhões em 2010 e 2,5 milhões em 2012) terá a validade de 50 anos, estando previstos investimentos de 437 milhões de euros, entre novas infraestruturas e renovação e beneficiação das redes, com recurso a fundos comunitários.