O número de bustos furtados na Região da Bairrada não pára de aumentar. A GNR reforçou as investigações e apela mesmo à população que denuncie movimentos anómalos que possa ter conhecimento. “Sempre que alguém verifique movimentos estranhos nas proximidades dos bustos, deverá entrar em contacto com o posto da GNR mais próximo ou mesmo, através do 112”, referiu ao JB uma fonte policial, sublinhando que “é muito importante que dêem a conhecer o que se passa em cada terra”.

Recorde-se que, em poucos meses, o número de bustos furtados subiu abruptamente. Em Oliveira do Bairro foi furtado o busto do escritor e diplomata António de Cértima, localizado na Avenida Abílio Pereira Pinto, em frente à Biblioteca Municipal. Em Anadia, foram furtados os bustos de Visconde de Seabra e de Fausto

Sampaio, localizados na Praça Visconde de Seabra, junto ao Tribunal. Em Avelãs de Cima, concelho de Anadia, foi furtado o busto de António Seabra que estava na Escola Básica de Avelãs de Caminho. Já em Águeda, foi furtado o busto do professor Américo Urbano, localizado na Praça de Rio Grande, enquanto que em Fermentelos desapareceu, durante a noite, o busto de Sá Carneiro. Na Mealhada, desapareceu o busto do Comendador Messias Baptista.