Uma “oficina” de construção em adobe, organizada pela arquiteta bairradina Olga Santos e orientada pelo arquiteto Paulo Costa, vai decorrer nos dias 15 e 16 de dezembro, em Oliveira do Bairro. A participação é gratuita e as inscrições poderão ser feitas até sexta-feira, dia 12 de dezembro, para a Biblioteca Municipal (234 740 330/ 939951072). A oficina decorrerá no espaço exterior da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, das 10h às 13h30 e das 14h30 às 18h.

Técnicas. O adobe é uma técnica de construção natural, onde o principal recurso utilizado para construir é o barro, que é encontrado no próprio local da construção. O adobe foi utilizado por todas as grandes civilizações. É exemplo: a Muralha da China, onde em boa parte de sua construção foi o bloco de adobe utilizado.
Segundo Laura Pires, vereadora da cultura, “esta oficina introduzirá os conceitos base às técnicas de construção em terra crua, por via da construção de uma parede em taipa ou adobes, abordando outras técnicas ecológicas complementares”. “Numa perspetiva faça você mesmo, será construído um objeto escultórico, de caráter didático, utilizando técnicas [ecológicas] tais como: edificação de muros em taipa e em adobe e argamassas naturais”, explica.
Laura Pires refere, citando os responsáveis da oficina, que “será feita uma introdução aos conceitos teóricos e ferramentas práticas associadas à construção com terra crua, dotando os participantes dos conhecimentos básicos e consciência sobre tecnologias tradicionais e potencialidades dessa vertente da construção a partir de um modelo didático já testado de caráter, essencialmente, prático”.
A autarca explica ainda que “se pretende sensibilizar a população sobre as vantagens ambientais na otimização dos recursos naturais deste tipo de construção”.

Vantagens. Acrescente-se que “a terra, devido à sua elevada higroscopicidade e inércia térmica”, proporciona níveis de conforto climático interiores muito superiores ao da construção em alvenaria de tijolo corrente.
O conforto climático atingido nas habitações em terra crua proporciona, por sua vez, um ambiente interior saudável, pelo que este tipo de construção, quando associada a boas soluções de ventilação e aquecimento passivos, contribui para uma melhor saúde na habitação.