BTT

Inscrição
REGULAMENTO

Regulamento Particular XCO

  1. 1.  INTRODUÇÃO

1.1 – O presente regulamento rege a prova de XCO do 1.º BTT Cross Country com início marcado para as 9h, no Campo Porto D´ Ílhavo, em Nariz, é uma organização conjunta da Associação Desportiva de Nariz e Jornal da Bairrada.

Data

26/5/2013

Prova

Cross Country Olímpico

Local

Nariz

 

  1. 2.  CATEGORIAS E CORRIDAS

2.1           – Categorias / Tempos de Prova

Categoria

Idades

Tempo de Prova

Mínimo

Máximo

MASCULINOS

Cadetes

15/16 anos

0:45h 1.00h

Juniores

17/18 anos

1:00h

1:15h

Elites / Sub-23

+ 19 anos

1:30h

1:45h

Veteranos A

30/39 anos

1:15h

1:30h

Veteranos B

40/49 anos

1:00h

1:15h

Veteranos C

+ 50 anos

1:00h

1:15h

FEMININAS

Juniores

17/18 anos

1:00h

1:15h

Elites / Sub-23

+ 19 anos

1:30h

1:45h

Veteranas

+ 30 anos

1:15h

1:35h

PROMOÇÃO M

+ 15 anos

1:15h

1:30h

PROMOÇÃO F

+ 15 anos

1:15h

1:30h

 

2.1.2 – O XCO destina-se aos atletas com licença desportiva de competição válida para época 2013.

2.1.3 – Poderão participar atletas da classe Promoção (não federados) na corrida C1.

2.1.3.1  – A classe promoção é aberta a atletas com idade igual ou superior a 16 anos.

2.1.3.2 – As classificações serão separadas dos atletas federados.

2.1.3.3 – Será da responsabilidade do organizador providenciar um Seguro de Acidentes Pessoais para todos os participantes não federados.

2.2 – Corridas

2.2.1 – A Prova de XCO será dividida da seguinte forma:

Corrida C1 –Veteranos B+C, Promoção; Cadetes Masculinos, Elite e Sub/23 femininas, Juniores femininas, Veteranas e Cadetes femininas;

Corrida C2 – Veteranos A, Elites e Sub/23 masculinos, Juniores masculinos

2.3           – Horários:

SÁBADO – 25 de maio

16h

Abertura do circuito para treinos

16:00h

Abertura do secretariado

20:00h

Fecho do Secretariado e do circuito para treinos

DOMINGO

7h

Abertura do secretariado

8:30h

Encerramento da confirmação das inscrições

9h

Início das Provas

 

 

 

 

 

 

 

 

  1. 3.  INSCRIÇÕES

3.1. As inscrições podem ser efetuadas até às 12h30 de sábado (dia 25) no site: jb.foradoras.pt Para mais informações através do email Zappa@jb.pt ou Manuel_casimiro@hotmail.com

Manuel Zappa (962108795) – Manuel Casimiro (919167011).

3.1.1 – Nas inscrições efectuadas por email deve constar obrigatoriamente a designação da prova, a equipa (se for caso disso), o nome do atleta, n.º de licença e categoria em que se inscreve.

3.1.2 – As inscrições efectuadas fora do prazo regulamentar tem um acréscimo de 5 euros na taxa de inscrição e só serão aceites se realizadas até às 12h30 de sexta-feira antes da prova.

3.2 – Confirmação de presença / Inscrições

3.2.1 – A confirmação de presença, verificação de licenças e autorizações, bem como a atribuição dos dorsais e pagamento de taxas de inscrição, decorrem no secretariado da prova, no horário indicado acima.

3.3 – Reunião de Diretores Desportivos

A reunião dos Directores Desportivos decorre no local da prova à hora indicada.

  1. 4.  TAXAS

4.1 – Os atletas filiados na UVP-FPC com licença desportiva de competição válida para a época 2013 pagam uma taxa de inscrição de 12.50 euros por prova, mais almoço, não federados 15 euros, mais almoço.

  1. 5.  ATRIBUIÇÃO DE DORSAIS E PLACAS DE BICICLETA

5.1  – Será atribuído pelo organizador do 1.º BTT Cross Country – XCO, a cada atleta, um número de placa.

5.2 – Os dorsais devem ser diferenciados com um fundo ou marcador colorido de acordo com a categoria de cada atleta.

5.3 – A atribuição dos números e placas aos atletas deve seguir a ordem da grelha de atribuição de números.

5.3.1– As placas são atribuídas por ordem crescente, de acordo com a ordem de inscrição.

5.3.2 – Às atletas femininas será atribuída uma sequência única a partir do n.º 601, de acordo com o ponto 5.3.1 e a ordem por categorias, Elites / Sub-23, Juniores, Veteranas e Cadetes.

5.4 – Mapa de cores e atribuição de dorsais

Categoria

Cor

Numeração

MASCULINOS

Juniores

Amarelo

201

Elites / Sub-23

Branco

01

Veteranos A

Azul

301

Veteranos B

Cinza

401

Veteranos C

Castanho

501

FEMININOS

Juniores

Rosa / Amarelo

601

Elites / Sub-23

Rosa

Veteranas

Rosa / azul

PROMOÇÃO M/F

Branco

1001

 

 

 

 

 

 

Nota: Se alguma categoria exceder uma centena de atletas o organizador deve atribuir um número à sua escola, mantendo o marcador colorido da respectiva categoria.

6.1 – Classificação

6.2   – Só se classificarão os atletas que terminem a prova após o respectivo Vencedor da sua Categoria.

6.2.1   – Os corredores dobrados saem da prova quando essa indicação lhes for transmitida por um Comissário. Neste caso, serão classificados em função da ordem de chegada, sendo o seu nome mencionado ao lado do número de voltas em atraso acumuladas. Os corredores da classe Promoção não saem da prova ao serem dobrados.

6.3  – Classificação por Equipas na Prova (Federados)

6.3.1  – A classificação por equipas será estabelecida com base nos três melhores resultados individuais de cada atleta, obtidos numa ou mais categorias.

6.3.2  – Para a classificação por equipas contarão apenas as categorias em que se verifique o mínimo de três corredores à chegada.

6.3.3    – A tabela de pontuação das equipas será igual à tabela de pontuação dos corredores.

6.3.4   – Em caso de empate, beneficia a equipa com maior número de primeiros lugares dos seus corredores, maior número de segundos lugares e assim sucessivamente, até ao terceiro. Se o empate persistir, utiliza-se o critério do escalão mais alto.

6.3.4.1 – Ordem dos escalões para efeito de desempate:

1.º

Elites / Sub-23 Masculinos

2.º

Elites / Sub-23 Femininos

3.º

Juniores Masculinos

4.º

Juniores Femininos

5.º

Veteranos A

6.º

Veteranos B

7.º

Veteranos C

8.º

Veteranas

9.º

Cadetes Masculinos

10.º

Cadetes Femininos

 

 

 

 

 

 

  1. 7.  PERCURSO E DURAÇÃO

7.1    – A prova desenrolar-se-á num percurso fechado, com perímetro de 4 a 6 km e delimitados por manga plástica;

7.2   – Os ciclistas deverão respeitar a delimitação da pista, sendo punidos com a desclassificação os que durante a prova não cumpram o itinerário estabelecido.

7.3 – Para efeitos de controlo, serão colocados Comissários de Prova em determinados pontos de passagem no percurso.

7.4 – A duração das provas é a constante do artigo 2.º

7.5  – Dentro do percurso todos os ciclistas devem ser identificados, trazendo para o efeito o dorsal.

  1. 8.   SEGURANÇA

8.1   – A organização disporá de meios de rápido tratamento e/ou evacuação para unidade hospitalar de ciclistas ou outras pessoas em caso de acidente.

8.2   – Os ciclistas serão obrigados a usar todo o equipamento de proteção, nomeadamente, capacete, luvas, etc.

8.3  – Todos os participantes devem ser responsáveis pela sua participação no evento em termos físicos e de saúde, devendo os mesmos ter consciência que não existe nenhum fator clínico que os impeça de praticar desporto ou qualquer esforço físico.

8.4  – A organização não se responsabiliza por eventuais acidentes ou ocorrências dentro deste âmbito.

  1. 9.   PRÉMIO / CERIMÓNIAS PROTOCOLARES

9.1   – Serão atribuídos prémios até ao 3.º classificado de cada Categoria e equipas.

9.2  – É obrigatória a presença dos 3 primeiros classificados de cada categoria

9.2.1 – A cerimónia de entrega de prémios por equipas realiza-se conjuntamente com a atribuição dos prémios da corrida C2.

9.2.2  – Os atletas contemplados na cerimónia protocolar deverão obrigatoriamente envergar o equipamento de competição das suas equipas, usar sapatos de competição ou sapato desportivo tipo sapatilha (ténis). É proibido o uso de chinelos.

11.3  – Apenas o vencedor de cada categoria poderá exibir a bicicleta vencedora, num espaço designado para o efeito próximo do pódio (numa das laterais).

 

  1. 10.  CASOS OMISSOS

10.1  Os casos omissos serão julgados pelo R.G.B.T.T da F.P.C.