O MIAP “Movimento Independente Anadia Primeiro” apresentou, na última segunda-feira, os cabeças de lista que são o rosto do Movimento nas próximas eleições autárquicas de setembro, nas várias freguesias do concelho de Anadia.
O evento, que decorreu na Estalagem de Sangalhos, contou com a presença de muitas dezenas de simpatizantes que não quiseram deixar de estar presentes nesta primeira ação de apresentação.
Nesta noite, a que se seguiu uma reunião de trabalho à porta fechada, foi dada a conhecer pelo mentor do Movimento, o atual presidente da Câmara Municipal de Anadia, Litério Marques, alguns dos cabeças de lista às freguesias. Ele que é, até ao momento, o rosto mais conhecido do MIAP, aos presentes deixou bem claro que o Movimento “não está contra ninguém”, e que é um Movimento que pretende liderar todos aqueles que, “de boa fé acreditam em quem quer fazer mais e melhor por Anadia”. Prova disso diz serem os vários ex-autarcas que se associaram a esta candidatura.
Aos presentes reafirmou que quem está com o Movimento “não perde os seus vínculos políticos aos partidos a que pertencem. “Eu sou do PSD e vou continuar a ser”, acrescentou.
“Esses vínculos não serão quebrados, pois não estamos contra os partidos, mas sim na defesa intransigente do concelho”, mas contra apenas as políticas governativas que têm lesado enormemente o concelho. “O Movimento é uma obstrução clara a estas políticas de um governo que nada resolve, que não dialoga, que impôs uma reorganização administrativa contra a vontade das populações”, mas que também tem prejudicado o concelho em áreas como Saúde, Justiça e Educação.
Quanto à elaboração das listas diz estarem a ser feitas com “serenidade e responsabilidade”, ainda que nas freguesias onde irá haver fusão, defenda que as listas devem resultar de um entendimento entre as partes: “é preciso procurar manter o equilíbrio nessas freguesias. Uma lista vencedora tem de ser agregadora, que mostre a união e que seja representativa das freguesias a aglutinar”, destacou.
Assim, nesta noite, para além dos cabeças de lista às freguesias que se mantêm independentes, Litério Marques explicou que relativamente às que serão agregadas (Arcos/Mogofores; Amoreira da Gândara/Paredes do Bairro e Ancas; Tamengos/Óis do Bairro e Aguim) o processo na elaboração das listas não está completamente fechado, uma vez que os coordenadores (um por freguesia) estão a trabalhar conjuntamente para apresentar as tais listas equilibradas e de união.

Candidatos. Av. Cima – Simão Pedro; Av. Caminho – Vitor Duarte; Sangalhos – António Floro, atual autarca; União das Freguesias de Arcos e Mogofores: coordenadores Lino Cardoso (Famalicão) e Joaquim Armindo (Mogofores); Vil. Bairro – Dinis Torres que tem o apoio do atual autarca Mário Heleno; S.L. Bairro – Mário Marinha (Mena) que é apoiado pelo autarca Leonildo Macedo; Moita – José Arlindo, apoiado pelo também autarca António Guilherme; V. N. Monsarros – António Carvalho que tem como n.º 2 o atual autarca António Duarte; União das Freguesias de Tamengos, Aguim e Óis do Bairro poderá ter como candidato o atual autarca de Tamegos, Óscar Ventura, sendo ainda elemento coordenador desta lista Francisco Fonte (Aguim) e o atual autarca do Óis Bairro; União das Freguesias de Amoreira da Gândara, Paredes do Bairro e Ancas: são coordenadores Paula Pato (Amoreira Gândara), João Ferreira (Paredes do Bairro) e Arménio Cerca (Ancas).

Catarina Cerca