“Terminámos com um saldo muito positivo. Apesar de registarmos menos dez ou 20 visitantes, conseguimos manter-nos na fasquia dos seis mil visitantes, o que é, francamente, bom.” É desta forma que José Carvalho, presidente do Clube Ornitófilo da Beira Litoral (COBL), com sede na Serena, Oliveira do Bairro, descreve o êxito da Expo-Ave – 18.ª Exposição de Aves Canoras e Ornamentais, que decorreu, de 31 de outubro a 3 de novembro, no Espaço Inovação.
José Carvalho explica que a mostra decorreu da forma esperada, “apesar de sabermos que tínhamos a falta de um feriado [dia 1 de Novembro], mas, claramente, esta ausência foi suprimida com as mais de três mil visitas que registámos no domingo”.
O presidente do COBL afirma ainda que “os expositores saíram visivelmente satisfeitos, já que fizeram negócio”, explicando que “os nossos visitantes acabam por dar mais valor ao artesanato e à mostra de animais, do que propriamente às aves que estiveram a concurso”.

Equipa. José Carvalho destaca ainda o trabalho que “é desenvolvido por uma equipa alargada, constituída por cerca de 15 elementos, que começou a trabalhar no dia 19 de outubro e só esta semana conseguiremos dar por terminado o trabalho de desmontagem da feira”. “Este é o êxito resultante de um trabalho constante, ao longo destas semanas, e, por outro lado, de uma preocupação constante que temos, de inovar todos os anos. Não podemos vir para aqui com o mesmo evento. Temos que ter a preocupação de trazer algo diferente, porque sabemos que os nossos visitantes procuram novidades e não propriamente, como já referi, as aves que estão a concurso”.

Mensagens. Este responsável, que não esconde já estar a pensar na 19.ª edição, a penúltima antes de avançar em 2015 para os 20 anos de exposições, afirma ainda que “as condições climatéricas ajudaram bastante a edição deste ano. O bom tempo que se fez sentir no domingo foi essencial para atrair cerca de três mil visitantes, o que deixou o Espaço Inovação a transbordar”.
Acrescenta ainda que “é muito gratificante ler as mensagens que os visitantes deixaram no livro de visitas que estava à entrada do pavilhão. Fico muito orgulhoso com aquilo que está lá escrito, com tantas mensagens de incentivo e de parabéns”.