A Câmara da Mealhada cortou o fornecimento de água à empresa Alcides Branco & Companhia SA por suposto atraso no pagamento deste serviço, confirmou ao JB o presidente da Câmara, Rui Marqueiro. Esta unidade industrial, que tem sido alvo de queixas da autarquia e da população por alegada poluição, está agora privada de água da rede pública e dentro de dias deverá ser alvo de uma ação popular.

João Paulo Teles

Leia a notícia completa na edição impressa ou digital do JB de 9/10/2014