O Carnaval 2015 chegou mais cedo do que o normal à Mealhada. O Desfile Trapalhão, no sábado, dia 7, marcou o arranque da época e deixou a organização satisfeita. A Associação do Carnaval da Bairrada (ACB) diz que a iniciativa correu “muito bem” e “superou as expetativas”.
Apostando na criação de um desfile mais popular, contando a história do Carnaval local, e trazendo a festa de novo para o centro da cidade, a ACB diz ter conseguido esses objetivos, apontando que este primeiro desfile pode perfeitamente fazer parte do calendário das festas dos próximos anos.
Com saída a sul da cidade, junto à Rotunda do Baco, e chegada ao centro da Mealhada, depois de percorrer as principais artérias, o desfile popular iniciou com música Dixie, que abriu os quadros históricos do Carnaval da Mealhada, com passagens pela “vaca”e “Jeropiga para o S. Pedro”, numa homenagem ao precursor do Carnaval local, Luís Marques.
Com algumas dezenas de foliões, o desfile trapalhão integrou a sátira com alusão “ao preso 44” e ao “jornal sem misericórdia” com um mural recheado de “boas notícias”. Juntou-se à festa o Grupo das Padeiras da Póvoa, que foi distribuindo pão pelo público que assistia à passagem do desfile, assim como um divertido grupo de jovens de Ventosa do Bairro.
De forma espontânea, houve ainda foliões que se juntaram ao desfile que assim foi engrossando no número de participantes até ao final.
Nos restantes momentos deste Carnaval 2015, fica igualmente o destaque para a noite de animação que se seguiu, também no sábado, com a presença de Quim Barreiros, na tenda gigante, que atraiu bastante gente ao espaço fechado do Carnaval da Mealhada.
Entretanto, no domingo, dia 8, foi a vez da festa para as crianças com a atuação do “Pequeno David e os Sem Soninho”. Uma iniciativa que, “apesar de ter sido muito divertida, atraiu pouca gente, poucas crianças”, disse Nuno Canilho, comentando que “esta fraca adesão tem de ser analisada e reavaliada pela associação”.

De 13 a 17, continua a animação noturna, na tena. Sábado, dia 14, há Baile de Gala. Domingo e terça-feira de Carnaval, Corso Luso-Brasileiro no Sambódromo Luís Marques, a partir das 15h. Na segunda-feira dia 16, há Carnaval da Criança, a partir das 15h. A animação termina no dia 21 (sábado), à noite, com Banda Ministério, Mickael Carreira e Banda Red.

João Paulo Teles