O novo Lar Dr. Fernando Peixinho foi inaugurado, na última sexta-feira, pelo secretário de Estado da Segurança Social, Agostinho Branquinho. Uma inauguração feita no exato dia em que o Centro Social de Oiã comemorou 57 anos de existência. A nova valência, agora inaugurada e que custou 1.4 milhões mais IVA, acolhe as respostas de lar residencial para 13 utentes; lar de idosos para 30 utentes e serviço de apoio domiciliário. “Nas duas primeiras respostas, a procura é já superior à capacidade disponível e no serviço de apoio domiciliário, a arrancar em breve, o número de interessados é já significativo”, afirmou Carlos Réu, presidente da direção do Centro Social de Oiã, destacando “a profunda ligação do Centro Social à comunidade e o trabalho notável de todos que têm servido a associação ao longo dos anos”. “De facto é bem patente como a instituição cresceu à medida que a vila de Oiã também cresceu, como se adaptou e procurou dar respostas adequadas às necessidades sentidas pela população”, afirmou Carlos Réu, sublinhando que “quanto ao trabalho que aqui tem sido feito, ao longo de mais de cinco décadas, a direção, a que presido, quer manifestar o apreço, o profundo respeito e a bem merecida gratidão, a todos quantos deram ao Centro Social o melhor de si”.

Leia mais na versão digital do seu JB.