Oliveira do Bairro fez jus ao seu título de Cidade Europeia da Cultura Científica e promoveu, durante dois dias, no Espaço Inovação, a I Feira de Ciência. Um evento inédito, aberto a todos e que aproximou a ciência dos cidadãos.
A Feira de Ciência foi organizada pela Câmara Municipal de Oliveira do Bairro (CMOB), em colaboração com o Instituto de Educação e Cidadania (IEC), da Mamarrosa. Instituto que, ao longo dos últimos anos, tem promovido inúmeros cursos experimentais e conferências, na Mamarrosa, e nas próprias escolas e que conseguiu envolver, nesta Feira, esses mesmos estabelecimentos de ensino de toda a região, que ali tiveram o seu stand com atividades permanentes. Escolas, universidades, empresas estiveram juntas num mesmo espaço, promovendo áreas diversas da ciência como a Astronomia, a Genética, a Ciência Polar, a Evolução Humana, a Psicologia Forense, Tecnologia e Inovação, entre outras.
Só no primeiro dia (sexta-feira, dia 25), cerca de 5 mil alunos de várias escolas e concelhos visitaram esta Feira, criando por si só um ambiente entusiasta e um burburinho ímpar. O dia seguinte, mais calmo, foi aproveitado por famílias e muitos interessados em visitar este espaço e assistir às diversas conferências.
Nomes sonantes da cultura científica, referências a nível nacional e internacional, passaram por esta I Feira de Ciência, como foi o caso de Duarte Nuno Vieira, José Xavier, Pedro Russo, Laura Alho, Sandra Vieira, entre outros.
O presidente da CMOB, Mário João Oliveira, refere que “os objetivos foram plenamente atingidos. Para nós não era só uma questão de número de visitantes mas também de conseguir atrair públicos diferentes, divulgando o conhecimento científico por toda a população e desmistificando a ideia de que a ciência é apenas para cientistas”.
Ainda o evento ia a meio e a opinião de público e participantes era unânime: “sabe a pouco, deve realizar-se todos os anos e com mais um dia de semana”. Fica a sugestão para o próximo ano.