Arsénio Ferreira é o novo presidente da direção da Sóbustos, cujos órgãos sociais tomaram posse no último sábado, dia 9. Após 15 anos de liderança, Áurea Simões dá o lugar a Arsénio Ferreira, que conhece bem a instituição, pois faz parte dos órgãos sociais, há vários mandatos. O principal projeto da nova direção será uma casa de acolhimento para adultos com deficiência.
O presidente da Assembleia Geral, Milton Costa, louvou e agradeceu “o empenho da Enfermeira Áurea, o trabalho muito árduo realizado pela anterior direção, que fez com que a Sóbustos chegasse onde está”. Tónica aliás que se manteve em todos os discursos que se seguiram, ficando subentendida a atribuição de um voto de louvor à direção cessante, numa próxima assembleia geral. Milton Costa frisou que o trabalho da nova direção “deve continuar como até aqui, com firmeza, carinho para os utentes e a responsabilidade e honestidade que foram características das direções anteriores”.
Depois de agradecer a Áurea Simões “pelo trabalho, dedicação e empenho, para que a instituição funcionasse o melhor possível durante estes 15 anos”, o novo presidente confessou sentir-se emocionado e disse esperar que, entre os novos elementos, “haja sempre compreensão e união”. “Quando aqui entramos, já a instituição funcionava bem, orgânica e financeiramente. Não baixamos os braços para dar o melhor aos nossos utentes.” Arsénio Ferreira lembrou o mentor e fundador Manuel Cruz e salientou o trabalho feito pelas direções anteriores, no sentido de “dar formação às colaboradoras, remodelar o interior deste prédio, adquirir equipamentos, entre outras coisas, sempre procurando o melhor para dar conforto e bem-estar aos utentes”. Um dos últimos projetos foi “a construção do prédio aqui ao lado e cujos bens foram todos autofinanciados”. “Foi construído no sentido de servir como ATL das escolas, mas esta valência foi-nos retirada, o que nos levou a avançar para outro projeto: uma casa de acolhimento para adultos com deficiência, que dará um grande valor à instituição e ao concelho.” “Trata-se de uma obra de grande vulto, para a qual apelamos à Câmara Municipal, que nos apoie dentro das suas possibilidades, de forma a que o sonho se torne realidade”, afirmou Arsénio Ferreira.

Sóbustos esquecida. O presidente da Junta da União de Freguesia de Bustos, Troviscal e Mamarrosa, Duarte Novo, destacou “a importância e relevância que estas instituições têm na freguesia” e deixou um reconhecimento “à Sóbustos e à anterior direção”. Valorizou, por outro lado, o novo presidente: “o sr. Arsénio tem características natas, bom senso, jogo de cintura para conversar com as pessoas, e espero que consiga envolver a direção, órgãos sociais, associados e população, para levar a bom porto esta associação”.
Em nome da ABC Bustos, o recém-empossado presidente Óscar Santos, afirmou ter-lhe dado “imenso prazer fazer parte desta associação”. “Fui presidente do Conselho Fiscal da Sóbustos durante vários mandatos, aprendi muito com os vossos métodos, e destaco o empenho da presidente Áurea. Agora estou noutras funções, na ABC e desejo que haja uma boa relação entre ambas, pela união e em prol da população”.
Na sua intervenção enquanto presidente da Assembleia Municipal, Manuel Nunes relevou a importância das instituições de solidariedade social, principalmente em épocas “de grande dificuldade, de carências socioeconómicas e até de alguma fome, como a que estamos a viver e são estas instituições que muito têm valido, a mais de dois milhões de portugueses”. Não deixaria, no entanto, de lamentar a pouca atenção a que tem sido votada a Sóbustos. “Esta associação nunca teve um grande destaque público no nosso concelho, por quê? Quando uma associação que apresenta resultados nos cuidados das pessoas, na conservação, melhoria e aumento do património, na gestão financeira e económica, quando é, na área social, a segunda instituição do concelho com certificação de qualidade ISO 9001, tendo também o Certificado de Qualificação Nível C da Segurança Social, por quê esse esquecimento? Deixo a pergunta para reflexão.”
Para terminar o momento protocolar de discursos e respondendo a Manuel Nunes, o vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Cristóvão Batista, afirmou que “as nossas IPSS são e serão respeitadas equitativamente e da mesma forma”. Deixou uma palavra “de reconhecimento, em nome do concelho, à Enf. Áurea, pelo empenho, respeito, dedicação, amor e paixão que deu a esta casa” e, à nova direção, apelou a que continue o caminho, “com grande sentido de responsabilidade e equilíbrio”.

Órgãos sociais 2016-2019
Assembleia Geral
Presidente – Milton Costa; 1.ª Secretária – Maritza dos Santos; 2.º Secretário – Álvaro da Cruz
Direção
Presidente – Arsénio Ferreira; Vice-presidente – Álvaro Ferreira; Secretária – Ana Rita Nunes; Tesoureiro – Manuel Romão; Vogal – Álvaro Samagaio
Conselho Fiscal
Presidente – José Freitas; Vogais – Alexandre Duarte e Virgílio Ferreira